iG - Internet Group

iBest

brTurbo

O essencial de Sevilha - Principais atrações - Viagem à Espanha
O sol escaldante que ilumina as ruas durante quase todos os dias do ano ressalta as cores vibrantes da Sevilha.

Mapa-Mundi - www.mapa-mundi.com

- Fuso-Clima-Visto-Feriados em Sevilha
- Como chegar a Sevilha
- Onde ficar e o que comer em Sevilha
- Atrações para as crianças em Sevilha
- Vida cultural e noturna de Sevilha
- O que ver nos arredores de Sevilha
- Compras em Sevilha
- Informações úteis sobre Sevilha

VEJA O FOTOSHOW DE SEVILHA

O branco dos sobrados se torna mais alvo e o vermelho das flores, mais intenso. Capital da Andaluzia, no sul da Espanha, Sevilha condensa o espírito da região, embora já tenha se transformado em uma metrópole moderna. Mas apesar de contar com amplas avenidas e construções arrojadas, ainda hoje é o flamenco, que nasceu ali, que embala as noites de turistas e moradores. Os traços mouriscos também continuam presentes e revelam a forte influência árabe na área. Sem falar no sangue quente do povo andaluz. Dito isso, vá preparado para experiências intensas.

Principais atrações:

1 - Reales Alcázares
Alcázar Plaza del Triunfo, s/n

A magnífica residência real foi erguida em 1364 a pedido de Pedro I. Os pomposos cômodos acabaram por ser construídos dentro dos palácios feitos pelos governantes almóadas. No local, estão alguns dos trabalhos artísticos mais representativos de Sevilha. Na época, artesãos de Granada e Toledo foram convocados para trabalhar nos detalhes. Atente para algumas semelhanças com Alhambra, em Granada.

2 - Catedral de Sevilha e Torre Giralda
Av. de la Constitución, s/n


O cartão-postal foi construído sobre uma antiga mesquita e possui arquitetura gótica. A visita leva tempo, pois há muito que ver. Entre os pontos que não devem deixar de ser visitados estão a La Giralda, enorme torre que marca a paisagem da cidade, o belo Pátio de Los Naranjos e o suposto túmulo de Cristóvão Colombo.

3 - Museo del Baile Flamenco

Inaugurado em 2006, o espaço honra a manifestação artística mais expressiva da Andaluzia. Montado pela companhia de dança da famosa bailarina Cristina Hoyos, estrela de filmes de Carlos Saura, o local oferece vídeos, músicas e fotos sobre a história e as características do flamenco. Tudo é extremamente interativo e tecnológico. Todos os dias há pequenos espetáculos e aulas experimentais para iniciantes.

4 - Casa de Pilatos
Plaza Pilatos, 1

O local possui esse nome porque acreditava-se que a construção era semelhante à casa de Pôncio Pilatos, em Jerusalém. Hoje, o belíssimo palácio é ocupado pelos duques de Medinaceli e é considerado um dos mais refinados de Sevilha. Os visitantes entram no espaço por um belo portão de mármore e logo têm acesso aos pátios e átrios.

5 - Archivo de Indias
Av. de la Constitución, 3

Este arquivo abriga mais de 4 milhões de documentos, incluindo as cartas trocadas entre a rainha Isabel e o explorador Cristóvão Colombo. Em outras áreas do local é possível ver ainda outros registros das primeiras impressões dos espanhóis sobre o Novo Mundo.

6 - Bairro de Triana

Na outra margem do Rio Guadalquivir está um dos bairros mais tradicionais de Sevilha. Nessa região, o flamenco floresceu e ainda hoje há casas e bares especializados. Repare nas ricas fachadas com adornos de cerâmica, material típico da área.

7 - Basílica de la Macarena
Puerta de la Macarena, La Macarena

Ao norte do centro está essa catedral que abriga uma das imagens mais reverenciadas de Sevilha, feita no século 17. La Macarena é a padroeira da cidade e a favorita dos ciganos espanhóis. Nos arredores da catedral há inúmeras lojas que vendem imagens da santa.

8 - Conventos de Santa Paula Santa Paula
Calle Santa Paula, s/n

Ainda é um convento ativo e lar de cerca de 40 freiras. A estrutura foi concluída em 1475 e abriga museu com duas galerias repletas de artefatos religiosos e pinturas. As religiosas vendem por ali muitos confeitos e geleias.

9 - Torre del Oro
Paseo de Cristóbal Colón

A torre não é tão alta e muito menos imponente, mas é um dos ícones da cidade e marca a paisagem do Rio Guadalquivir. É possível subir até o topo e apreciar a vista.

10 - Bairro de Santa Cruz

É a parte histórica da cidade, onde antigamente vivia a comunidade judaica. Hoje, a região é cheia de lojas, belos casarões, bares e restaurantes. Por lá também estão a maior parte dos pontos turísticos clássicos de Sevilha. A dica é guardar um dia para se perder por todas as ruelas da área.

Leia mais sobre: viagem à Espanha - Barcelona - Córdoba.

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias