Localizada a 90 quilômetros de BH, a região faz parte da Cadeia do Espinhaço e separa as bacias dos rios Doce e São Francisco

Serra do Cipó, em Minas Gerais: a região é conhecida por sua variedade de flores silvestres e cachoeiras
Vihh / Flickr
Serra do Cipó, em Minas Gerais: a região é conhecida por sua variedade de flores silvestres e cachoeiras

Na Serra do Cipó , atrações não faltam para quem gosta de natureza. O local é cortado por diversos rios e cachoeiras. Os destaques ficam por conta da Cachoeira da Farofa , com seus 270 metros de queda distribuídos em três grandes degraus, o Cânion das Bandeirinhas , um desfiladeiro de 80 metros de altura, e as cachoeiras Véu da Noiva , da Usina , Congonhas e o Morro da Pedreira – onde os mais aventureiros podem praticar rapel. O Cânion do Travessão atrai gente do mundo inteiro para admirar o monumento natural de 700 metros de altitude.

É possível apreciar também grutas e cavernas com algumas inscrições rupestres datadas de milhares de anos. Mas a principal beleza da Serra do Cipó é mesmo a quantidade e variedade de flores: são milhares de espécies espalhadas pelos campos, floridas durante todo o ano. Por este motivo, o local é também reconhecido como o jardim botânico do Brasil.


Como chegar

Quem sair de São Paulo deve pegar a BR-381 até Belo Horizonte, seguir pela MG-010 sentido Serro. Chegando a ponte (sobre o Rio Cipó), o visitante tem mais três quilômetros de estrada de terra até a portaria do Parque. Quem sai do Rio de Janeiro deve seguir pela BR-040 até Belo Horizonte.


Onde ficar:

$ Cipó Eco Hostel (albergue)
$$ Pousada Fazenda do Engenho
$$ Rancho Cipó Pousada
$$$ Pousada Carumbé

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.