Restrições na atração são medidas para proteger da degradação

A impressionante beleza faz do Poço Encantado uma visita obrigatória para quem vai à Chapada Diamantina. Desfrutar do silêncio dentro de um ambiente onde parece que o tempo parou é um antídoto contra o estresse.

Flickr / Turismo Bahia
"Poço Encantado" tem água cristalina, mas mergulhos são proibidos
Descoberto em 1940 por um garimpeiro, o local ficou anos abandonado e foi reencontrado por Miguel Jesus de Mota em 1975. Interditado em 2007, acaba de reabrir as portas após 40 meses - o Ibama fechou a área até que um plano de manejo regulamentasse a visitação. "Eu queria facilitar o acesso (a descida da entrada da caverna até o poço é bem íngreme) e fui ingênuo de achar que não seria problema construir uma escada de paralelepípedo lá dentro", explica Miguel. A escada ficou - retirá-la causaria um impacto ainda maior.

Até a década de 90, o poço serviu como uma piscina de banho. Hoje, é proibida a entrada na água cristalina, cuja aparência azul é causada pelo efeito de magnésio, calcário e carbonato de cálcio combinados à luz do dia. Os resquícios de cremes e bronzeadores estavam afetando a composição da água, que não se renova.


Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.