Veja o que fazer e ver em Itaúnas

Mais de Itaúnas:
-
O essencial
-
Como chegar
-
Arredores
-
Gastronomia
-
Hospedagem
-
Festival do Forró
-
Informações úteis

Praias

No espaço que compreende o Parque Estadual estão localizados pouco mais de 20 quilômetros de praias. A principal e mais acessada por turistas, até em função da proximidade, é a de Itaúnas. Alguns quiosques ao longo da extensão de areia garantem a alimentação, não sendo necessário atravessar as dunas em direção à vila para o almoço.

Praias da região são um verdadeiro deleite aos olhos
Felipe Carneiro
Praias da região são um verdadeiro deleite aos olhos
Outra praia muito visitada, já na divisa com a Bahia, é a de Riacho Doce - em meio ao nada e de mar mais do que refrescante. Para quem gosta de uma paisagem bem nativa, é um prato cheio. E por falar em lugar selvagem, a Praia de Costa Dourada, também na Bahia, tem a nota máxima. As falésias na encosta atingem 15 metros de altura, proporcionando sombras em alguns horários do dia.

Passeio de bugue

O passeio é um dos mais procurados por turistas que desejam conhecer outras praias da região. Acontecem diariamente nas temporadas, das 10 às 17h. É possível conhecer até a Praia Dois, adjacente à Praia de Costa Dourada, completamente deserta. Para o conforto, recomenda-se levar água e protetor solar.

Passeio a cavalo

A montaria é um importante empreendimento turístico de Itaúnas. Nele, o visitante tem acesso às trilhas que levam desde a algumas das principais praias, a téfazendas farinheiras. Também é recomendado levar água, protetor solar e usar calças compridas.

Caiaque ou canoa

O passeio é feito pelo Rio Itaúnas, com final em seu afluente, o Rio Angelim. Durante o trajeto a paisagem é a principal atração, com passagem pelos alagados, onde diversas espécies de animais vivem em harmonia com os visitantes.

Trekking

As caminhadas são ótimas opções para conhecer a região. Mas é preciso disposição. Disposição mesmo, pois algumas delas chegam a durar seis horas, indo até o extremo sul da Bahia. Uma leva às ruínas da antiga vila de Itaúnas, soterrada pelas dunas nos anos 60.

Projeto Tamar

O passeio permite o contato com um dos principais pontos de monitoramento da desovas das tartarugas marinhas na costa brasileira. São mais 4.500 filhotes de tartarugas, de três espécies diferentes, já liberados no mar.

Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.