Construções como a do Senhor do Bonfim e o Convento de São Francisco devem ser parte do roteiro de todo turista

Dizem que são 365 construções católicas em Salvador - uma para cada dia do ano. Certamente, você não irá até a cidade para visitar cada uma delas. Por isso, veja algumas dicas para conhecer as mais interessantes.

Escadaria do Senhor do Bonfim, que é lavada por baianas na quinta-feira depois do Dia de Reis
Getty Images
Escadaria do Senhor do Bonfim, que é lavada por baianas na quinta-feira depois do Dia de Reis
Senhor do Bonfim
Famosa pela Lavagem do Bonfim,  A Sala dos Milagres reúne réplicas de partes do corpo deixadas por fiéis que vêm à igreja para pagar promessas. Largo do Bonfim.

Catedral Basílica

É a mais rica de todo o período barroco luso-brasileiro. O revestimento é de pedra de lioz e as abóbodas são feitas em madeira. Praça 15 de Novembro, conhecida como Terreiro de Jesus.

Igreja do Carmo
Fica no final de uma ladeira íngreme do Pelourinho, mas o esforço vale a pena. A construção é do século 17 e o resultado é um monumental conjunto arquitetônico com o convento e igreja do mesmo nome.
Na cidade do sincretismo religioso, até convento vira hotel. Ao lado da igreja, o Pestana Convento do Carmo restaurou as celas do antigo convento para abrigar hóspedes em seu impressionante interior. Largo do Carmo.

Nossa Senhora do Rosário dos Pretos
Foi desenvolvida ao longo do século 18 por uma das primeiras confrarias de negros criadas no Brasil, daí o nome Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Construída por escravos, as paredes dessa igreja abrigam missas com cantos afros às terças (18h) e domingos (10h). Largo do Pelourinho.

Convento de São Francisco
Conhecido como "igreja do ouro" por conta de seu interior dourado que, segundo a lenda, tem um altar feito com mil quilos de ouro. Foi reconstruída após a invasão dos holandeses na cidade de Salvador.
Não deixe de assistir ao espetáculo “Som e Luz” que acontece em várias sessões ao longo do dia e que conta a história do santo que dá nome ao convento. Largo Cruzeiro de São Francisco.


Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo
Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.