Capital sergipana tem belas paisagens e mistura ar de capital com jeitinho interiorano

Orla de Atalaia tem forró e guloseimas
Divulgação / Turismo Sergipe
Orla de Atalaia tem forró e guloseimas
Um pouco de cidade grande, um pouco de interior. Tranquila e acolhedora, Aracaju ainda é uma menina de 155 anos de idade. Entre seus destaques, a cidade pode se orgulhar de possuir uma das orlas mais bonitas do Brasil e a com mais estrutura para receber turistas. São 35 quilômetros de litoral, mas é em Atalaia, a praia mais urbana, que fica a famosa orla e todos os seus inúmeros atrativos.

A avenida urbanizada tem seis quilômetros de extensão, é o grande “point” de Aracaju e surpreende o turista com diversas opções de lazer. E elas valem tanto para o dia, quando os moradores e visitantes se encontram na praia, quanto para a noite, quando a Orla de Atalaia ferve por causa dos bares e restaurantes com música ao vivo.

A orla conta, ainda, com feirinha de artesanato (aos domingos, ela começa às 16h e vai até as 22h), quadras de tênis e basquete, pista de skate, oceanário (com muitos aquários e até tanque com tubarão), lago artificial e barracas com guloseimas (destaque para os “beijus”, tapiocas com os mais variados sabores, tanto doces quanto salgados).

Dica aos fãs de forró, a sugestão é o Restaurante e Casa de Show Cariri (Rua Niceu Dantas, 775 – Atalaia. 79 3243-5370), aberto de dia (a partir das 10h) e de noite. Ali há shows com a banda Esquema de 3, além de um cardápio variado.

Além da orla

Mercado Antônio Franco traz o melhor do artesanato local
Divulgação / Prefeitura de Aracaju
Mercado Antônio Franco traz o melhor do artesanato local
Muitos outros passeios podem ser feitos em Aracaju. Quer conhecer mais a cidade? Vá aos seus mercados. Em Aracaju, o passeio é uma delícia, já que três grandes mercados ficam exatamente um ao lado do outro, na Avenida Castello Branco, conhecida popularmente como Rua da Frente. No Mercado Antônio Franco todas as lojinhas são de artesanato, vendendo as mais variadas peças. Completando o complexo de mercados, há o hortifrutigranjeiro Albano Franco, que também funciona como uma espécie de “feira paraguaia”. Os mercados funcionam de segunda a sábado, das 6h às 18h. Feriados e domingos, das 6h às 12h.

Dica: almoce no mercado! Dentro do Antônio Franco, escondidinha em um canto, fica a escada que leva ao Restaurante Caçarola. Todo decorado com peças de artesanato e clima rústico, ele ocupa um terraço, com vista para os mercados e para o mar. As delícias podem ser provadas logo na entrada. As sobremesas são as grandes vedetes do restaurante. Com nomes engraçados, elas são inesquecíveis: Negão Gostoso (base de mousse, com castanha e chocolate), Velha Fogosa (tapioca, compota de maçã e compota de jabuticaba) e a mais famosa de todas, a Moça Virgem (sorvete de tapioca, banana flambada na cachaça e canela). Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h às 18h.

Pontos históricos

Os mercados ficam no centro histórico, onde você pode estender o passeio e visitar outros pontos importantes, como a Ponte do Imperador , ancoradouro construído em 1859 para receber Dom Pedro II e a Imperatriz Teresa Cristina no ano seguinte, e a Praça Fausto Cardoso . Vale também visitar a Colina de Santo Antônio , ponto mais alto de Aracaju e local de fundação da cidade. A Praça Olímpio Campos também pode fazer parte do passeio. Lá fica a Catedral Nossa Senhora Conceição e, atrás da igreja, o Parque Teófilo Dantas.

Dica: se gostar de artesanato, vale visitar, na Praça Olímpio Campos, um grande centro de artesanato, localizado à direita da igreja.

Praça Fausto Cardoso é cartão-postal da capital sergipana
Divulgação / Turismo Sergipe
Praça Fausto Cardoso é cartão-postal da capital sergipana

Mirante

Deixe a preguiça de lado e encare os 54 degraus do mirante que fica localizado na avenida principal do charmoso bairro 13 de Julho. A bela vista mostra os manguezais, o mar e o rio Poxim, que deságua no rio Sergipe.

Praia do Refúgio

Não fica pertinho do centro de Aracaju, mas vale o esforço de se deslocar para mais longe. A Praia do Refúgio fica a 19 quilômetros do centro da cidade, mas é quase uma parada obrigatória para os turistas. A infraestrutura do lugar impressiona. O bar Parati, um dos points da praia, tem banheiros, chuveiros, ducha de frente para o mar e mesas com sinalizadores luminosos para acionar os garçons. Entre as delícias mais pedidas por lá estão o caranguejo e a carne de sol.

Dica: quem quiser almoçar perto da praia, em um lugar mais sofisticado, a pedida é o Sollo (Rodovia Presidente José Sarney, 1000. 79 2105-5220). Com decoração rústica e de bom gosto, o restaurante tem janelões de vidro, transformando a vista para o mar em uma de suas atrações. Entre as entradas, destaque para o omelete de aratu, um tipo de caranguejo.

Parque da Cidade

Localizado no Bairro Industrial, o Parque da Cidade é uma ótima opção de passeio para a família toda. Lá tem um zoológico com mais de 400 animais. Funciona de terça a domingo, das 7h30 às 17h.

Dica: não deixe de passear no teleférico, que leva os visitantes ao ponto mais alto do parque. De lá é possível avistar toda a cidade de Aracaju.



Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.