História e belezas naturais atraem os turistas para a capital do Rio Grande do Norte

Praia de Ponta Negra: paisagem
Flickr/ Leandro Neumann Ciuffo
Praia de Ponta Negra: paisagem "enfeitada" pelo Morro do Careca
Capital do Rio Grande do Norte, Natal tem cerca de 800 mil habitantes, mas recebe anualmente 2 milhões de visitantes que chegam de todos os lugares do mundo para conhecer suas praias. A cidade ainda realiza o maior carnaval fora de época do País, o Carnatal; possui em sua história o traço da colonização holandesa e portuguesa, mas também foi ícone como base militar na 2ª Guerra Mundial; abriga o segundo maior parque florestal urbano do Brasil (o Parque das Dunas) e, apesar de tudo isso, conserva o charme de uma cidade de médio porte.

Entre os pontos turísticos que mais se destacam está a Praia de Ponta Negra, centro de pousadas, hotéis e da vida noturna. Com um charmoso calçadão à beira mar, é um convite aos turistas que podem aproveitar tanto as barracas na praia quanto os restaurantes que contornam a orla.

O amanhecer na Praia de Ponta Negra é destaque no roteiro de Natal
Daniel Torres
O amanhecer na Praia de Ponta Negra é destaque no roteiro de Natal
Outras praias que também se destacam são a Via Costeira, uma via expressa de cerca de 10 km de extensão que liga a Praia dos Artistas a Ponta Negra, cercada de um dos lados por vários hotéis e do outro pelo Parque das Dunas; a Praia dos Artistas, mais antiga e que atrai moradores e turistas pela sua vida noturna; a Praia do Meio, um balneário formado pelo bairro de Areia Preta até o Forte dos Reis Magos, e que foi primeira área desenvolvida para o turismo na cidade; e a Praia do Forte, que fica às margens da foz do Rio Potengi e recebe o seu nome por conta do Forte dos Reis Magos, construção que deu origem à cidade.

O forte é famoso por ser o ponto de partida para a formação da capital potiguar. Construído inicialmente pelos colonizadores portugueses, em 1598, para proteger a região de ataques vindos do mar, a fortaleza já foi base militar de portugueses, holandeses e brasileiros. Hoje é um museu que fica praticamente sobre o mar e de onde se pode aprender fatos curiosos sobre a cidade e a história do Brasil.

As ruas do centro de Natal também valem a pena serem visitadas por quem se interessa por arquitetura e história do Brasil. Lá pode-se conhecer uma das primeiras ruas de Natal, a rua Chile; o teatro Alberto Maranhão; o Memorial Câmara Cascudo; a Catedral Antiga; e o Centro de Turismo, que reúne lojas de artesanato em um prédio que já foi a antiga Casa de Detenção de Natal. Lá também acontece o forró com turista, um show de música regional realizado todas as quintas-feiras e que reúne natalenses e visitantes.

Outros dois destaques da cidade, a gastronomia e a noite de Natal, ganham um destaque especial.

Serviço

Onde ficar:

Holliday Inn
Av. Eng. Roberto Freire, 2622 - Ponta Negra
(84) 3311-0000

Serhs
Av. Senador Dinarte Medeiros Mariz, 6045 - Via Costeira
0800 702 2441

Hotel Belo Horizonte
R. Francisco Gurgel 8852 - Ponta Negra
Tel / Fax (84)3219-4188

Pestana
Av. Senador Dinarte de Mariz 5525 - Via Costeira
(84) 3220-8900

Pirâmide Resorts
Avenida Senador Dinarte Mariz, 1717 - Via Costeira
(84) 4009-9400

* O repórter viajou a convite da CTI Nordeste

Veja outras razões para conhecer o Rio Grande do Norte

Noite agitada em Natal

Delícias da culinária potiguar

Emoção nas dunas de Genipabu


Quer saber mais sobre turismo? Siga a gente no twitter: @igturismo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.