Dicas para quem não quer passar o fim de semana em Curitiba, mas também não quer se cansar em viagens longas

Passeios por belas paisagens naturais ou deliciosas viagens de trem e de carro podem ser uma opção para quem quiser sair de Curitiba no fim de semana.



1. Estrada da Graciosa

Distância: 30 minutos de carro

A estradinha é mesmo graciosa, cheia de recantos naturais, locais com lojinhas de produtos típicos paranaenses, mirantes e lindas paisagens. Por ali também se encontram o Parque Estadual da Graciosa e o Parque Estadual Roberto Ribas Lange. Andando pela estrada, preste atenção nas construções antigas feitas de pedra pelos tropeiros do Paraná.

Como chegar:
De carro - O acesso à Estrada da Graciosa é feito pela Rodovia BR-116. Sua extensão é de 28 quilômetros em pista simples. Os trechos são asfaltados, porém bem sinuosos.

Mais: Conheça o Brasil a bordo de trens turísticos

2. Passeio de trem de luxo

Trem sai de Curitiba para Morretes, passando por dentro da Serra do Mar, entre pontes, túneis e paisagens exuberantes
Flickr / Arcanj0
Trem sai de Curitiba para Morretes, passando por dentro da Serra do Mar, entre pontes, túneis e paisagens exuberantes

Saída de Curitiba
É um dos passeios pelos arredores de Curitiba que mais valem a pena: o tem sai de Curitiba para Morretes, passando por dentro da Serra do Mar, entre pontes, túneis e paisagens exuberantes, em 3 horas de viagem. E tudo isso com um serviço de bordo luxuoso – a Litorina de Luxo conta com poltronas de couro e sofás de veludo e serve-se espumante durante o trajeto. O tour é acompanhado por guia bilíngue. O site traz informações de tarifas.

Como chegar:
Rodoferroviária de Curitiba
Horário de funcionamento: saídas sábado, domingo e feriados, às 9h15.


3. Caminho do Vinho

Distância: 30 minutos de carro

O roteiro abrange a Colônia Mergulhão, que conta com trinta propriedades rurais, entre cantinas de vinhos, adegas, restaurantes, cafés coloniais, atividades do tipo pesque-pague e até pousada. É um passeio que rende boas compras de produtos coloniais, como salames, embutidos, queijos, compotas, licores, biscoitos e conservas, além de vinho e outros derivados da uva.

Como chegar:
De carro - O acesso à Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais, é feito pela Rodovia Curitiba-Paranaguá, através da Avenida Rui Barbosa.

De ônibus - Saindo de Curitiba, pegue o Ligeirinho-Aeroporto até São José dos Pinhais. Chegando à cidade, procure o ônibus da Linha Turismo especial para o Caminho do Vinho. O embarque é feito aos sábados e domingos no Shopping São José, na Rua Izabel A. Redentora, 1434, no centro da cidade. O horário de saída aos sábados é às 13h30, com retorno às 18h30; aos domingos, a saída é às 11h, com retorno às 16h.

Mais: Praias para curtir o verão em família


4. Guaraqueçaba

Distância: 2 horas de carro

Para os fãs de trilhas, rapel e escalada, há roteiros de turismo de aventura abrangendo todo o litoral paranaense e incluindo Guaraqueçaba, localidade que abriga dois pontos de interesse para os mochileiros: a Reserva Natural Salto do Morato e o Morro do Quitumbê.

Como chegar:
De carro - Guaraqueçaba fica a 150 quilômetros de Curitiba e o acesso é feito pelas rodovias PR-405 e Régis Bittencourt. A agência Catuetê Aventuras (http://www.catueteaventuras.com.br/) faz o percurso com guias: tel. (41) 3024-7877.


5. Ilha do Mel

Ilha do Mel é um dos destinos mais procurados do Paraná
Getty Images
Ilha do Mel é um dos destinos mais procurados do Paraná

Distância: 2 horas de ônibus

A ilha é uma das mais bonitas do litoral paranaense. O ideal é ir para lá num dia e voltar no outro, pois todos os roteiros turísticos são feitos a pé e, para conhecer todas as praias, prepare-se para andar uns bons 10 quilômetros.

Como chegar:

De ônibus - Os ônibus para o Pontal do Sul/Porto da Ilha saem da Rodoferroviária de Curitiba, pela Viação Graciosa. Chegando lá, pegue a balsa para a Ilha do Mel, escolhendo desembarcar nas vilas de Encantadas ou Nova Brasília. De carro até as balsas, o acesso é feito pela Rodovia BR-277 sentido Paranaguá.

- Voltar à matéria principal


* O iG Turismo não se responsabiliza pelos preços divulgados. Sugerimos confirmar preços com agências e operadoras de viagens, bem como possíveis taxas extras e formas de pagamento.



Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.