Chef sensação de Belém do Pará, Thiago Castanho dá dicas de onde provar os pratos e quitutes típicos da festa e aproveitar a cidade

Procissão do Círio de Nazaré é a maior festa católica do Brasil
Getty Images
Procissão do Círio de Nazaré é a maior festa católica do Brasil

No Pará, a festa do Círio de Nazaré, maior procissão religiosa católica do País, é tão importante quanto o Natal. Realizada no segundo domingo de outubro, a data é marcada nas famílias com farto banquete com comidas típicas preparadas durante os dias de celebração.

Um dos pratos típicos da época é a maniçoba, feita à base de folha de mandioca que, por ser tóxica e letal, precisa ser fervida durante sete dias e sete noites para ser consumida. O caldo grosso e escuro, temperado com linguiça, paio e carne de porco, lembra muito a feijoada – daí seja chamada de “feijoada paraense”. Outro prato típico é o pato no tucupi, no qual a ave é cozida junto ao soro da mandioca brava. A preparação é servida com jambu, erva de sabor acentuado que adormece a língua.

Saiba mais sobre a festa do Círio de Nazaré 

Para aproveitar esse menu ao máximo, pedimos a ajuda do chef belenense Thiago Castanho , reconhecido diversas vezes como chef revelação no Brasil. Confira as dicas de onde provar os melhores pratos e quitutes da festa

1) A Carioca
“Nesta clássica barraca de comidas localizada no mercado Ver-o-Peso, em Belém, é possível encontrar diversos pratos típicos paraense, com sabores verdadeiros e muito bons”

Tacacá: caldo de tucupi com goma de mandioca, camarão seco e jambu, servido quentinho
Getty Images
Tacacá: caldo de tucupi com goma de mandioca, camarão seco e jambu, servido quentinho

2) Tacacá do Renato
“Para mim, este é o melhor tacacá (caldo quente de tucupi com goma de mandioca, temperado com pimenta-de-cheiro, camarão seco e jambu) de Belém. Eles produzem o próprio tucupi (caldo de mandioca brava), o que garante a qualidade. E, como sempre, a experiência tem que ser na rua.”

Endereço: Avenida Duque de Caxias entre as travessas Barão do Triunfo e Mauriti

3) Bar da Alzira
“Peixe frito seco com farofa, casquinho de caranguejo fresquíssimo e cerveja gelada são as únicas e muito boas coisas que se encontram nesse boteco. Imperdível.”

Endereço: Travessa Angostura com Avenida Duque de Caxias

4) Boteco Meu Garoto
“Cachaças aromatizadas com frutas, ervas e especiarias da Amazônia fazem desse lugar um ponto diferente de outros botecos de Belém.”

Endereço: Rua Senador Manoel Barata, 928 – esquina com a Travessa Frei Gil de Vila Nova

Tapioca: pra comer a qualquer hora em Belém
Divulgação
Tapioca: pra comer a qualquer hora em Belém

5) Tapioca da Dina
“Aqui você vai encontrar tapioca no café da manhã, pão com ovo, cuscuz e sempre a Dona Dina preparando tudo.”

Endereço: Feira da Avenida Vinte e Cinco de Setembro

6) Palafita
“Este bar à beira do rio Guamá é destino certo nos finais de semana, quando se apresentam algumas bandas de MPB, pop e reggae.”

Endereço: Rua Siqueira Mendes, 264 – em frente à Catedral da Sé


Acompanhe as novidades do iG Turismo também pelo Twitter.


Leia ainda:
-
O essencial de Belém do Pará
-  
Explore os arredores de Belém do Pará


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.