Aproveite o Dia das Mães e faça um passeio por parques repletos de flores

Já escolheu o que fazer para comemorar o Dia das Mães? Uma opção para surpreendê-la sem gastar muito é aproveitar o horário entre o café da manhã e o almoço (preparado por você, de preferência) é levá-la para passear por um dos parques floridos espalhados País.


Confira algumas opções:

Inhotim (Brumadinho/MG)
A 60 quilômetros de Belo Horizonte, Inhotim é um museu a céu aberto, dedicado à arte contemporânea e com projeto de paisagismo assinado por Burle Marx. São 97 hectares de jardins. Plantas coloridas se misturam às flores, proporcionando efeito belíssimo. São quatro mil espécies botânicas que enfeitam o parque. A variedade de orquídeas é uma das mais impressionantes.

Endereço: Rua B, 20.
Horário de funcionamento: terça a sexta-feira, das 9h30 às 16h30; aos sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30.
Preço: R$ 28. Entrada gratuita para menores de seis anos.
Mais informações: (31) 3227-0001 ou pelo site

Leia também: Belo Horizonte se estabelece como destino cultural


Paisagismo do Jardim Botânico de Curitiba é exemplo em todo o País
Flickr/sapienssolutions
Paisagismo do Jardim Botânico de Curitiba é exemplo em todo o País
Jardim Botânico (Curitiba/PR)
O jardim botânico mais florido do Brasil é o de Curitiba. Cartão-postal da capital paranaense, o local foi inaugurado em 1991 e se tornou parada obrigatória para turistas. A marca registrada é o tapete de flores logo na entrada e sua inspiração são os jardins franceses. A estufa em estrutura metálica abriga espécies botânicas que são referência nacional, assim como uma fonte d’água. Outro ponto a ser visitado por lá é o Museu Botânico.

Endereço: Rua Eng. Ostoja Roguski, s/n.
Horário de funcionamento: das 6 às 21h no verão; 6 às 20h no inverno
Preço: Grátis
Mais informações: (41) 3264-6994 (administração) e 3362-1800 (museu). Ou pelo site

Leia também: O essencial de Curitiba


Le Jardin Parque de Lavanda (Gramado/RS)
Uma mistura de casa de chá com coleção de plantas e flores exóticas. Assim pode ser definido o Le Jardin Parque de Lavanda, em Gramado, Serra Gaúcha. Inspirado nos parques temáticos da Europa e dos Estados Unidos, o parque gaúcho tem como objetivo aguçar os sentidos dos visitantes de todas as idades. Foram plantados 3.500 pés de lavandas que começaram a florescer em setembro. Na casa de chá, a visita tem sabor de strudel de maçã.

Endereço: Rodovia RS 115 - km 37, - Bairro Várzea Grande
Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 9h30 às 12h, e das 13h30 às 17h30
Preço: para passear no parque, não é cobrado ingresso
Mais informações: (54) 3286-4280


Jardim Botânico (Porto Alegre/RS)
Aberto ao público em 1958, com a exposição das primeiras coleções de palmeiras, coníferas, cactáceas, agaváceas e liliáceas, o Jardim Botânico de Porto Alegre possui uma área de 39 hectares. Atualmente, é considerado um dos cinco maiores jardins botânicos do Brasil devido à diversidade das coleções de plantas. A pesquisa e documentação da flora regional estão acessíveis ao público.

Endereço: Rua Dr. Salvador França, 1427
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 8h às 17h
Preço: R$ 4, crianças de até 12 anos não pagam
Mais informações: (51) 3320-2027 ou pelo site

Jardim Botânico de Porto Alegre é um dos mais importantes do País, por conta da variedade
Flickr/apr77
Jardim Botânico de Porto Alegre é um dos mais importantes do País, por conta da variedade
Úrsula (Nova Petrópolis/RJ)
A Úrsula é uma floricultura - uma das maiores do sul do Brasil -, mas seus jardins são tão bonitos e pomposos que o passeio vale como dica de parque florido. A visita guiada dura cerca de uma hora, sem contar a parada para compras. Tudo começou há quase cinco décadas, quando as primeiras sementes foram plantadas pelo imigrante russo Georg Sobestiansky. Hoje em dia, as grandes estrelas da Úrsula são diferentes plantas e flores, inclusive raras e exóticas.

Endereço: Av. 15 de Novembro, 5170
Horário de funcionamento: todos os dias, das 9 às 18h30, para compras no varejo. Visitas conduzidas devem ser agendadas de segunda a sexta
Preço: Grátis
Mais informações: (54) 3281-9000 ou pelo site

Leia também: Curta o fim de semana no Rio de Janeiro


Sítio Burle Marx (Barra de Guaratiba/RJ)
O sítio de Burle Marx, paisagista mais famoso do Brasil, morto em 1994, está aberto a visitação (deve ser agendada). Lá estão cerca de 3.500 espécimes de plantas vindas de florestas brasileiras e de outros países, em uma área total de 360 mil metros quadrados. Desde 1985, o local é considerado Patrimônio Cultural Brasileiro. A visita guiada contempla, ainda, obras de Burle Marx, como pinturas, desenhos, tapeçarias, vitrais, painéis de azulejos e vidros decorativos, entre outras peças. Nos jardins, há esculturas em cerâmica.

Endereço: Estrada Burle Marx, 2019 (antiga estrada da Barra de Guaratiba)
Horário de funcionamento: a visita tem que ser agendada por telefone. O agendamento pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 16h, e as visitas são feitas de terça a sábado, às 9h30 e às 13h30
Preço: R$ 8 por pessoa, com guia em português. Crianças até seis anos não pagam
Mais informações: (21) 2410-1412

Leia também: 11 praias perfeitas no Rio de Janeiro


Jardim Botânico do Rio de Janeiro é garantia de um bom passeio
Flickr/leonelponce
Jardim Botânico do Rio de Janeiro é garantia de um bom passeio
Jardim Botânico (Rio de Janeiro/RJ)
O Jardim Botânico é garantia de passeio delicioso. Entre os pontos que merecem uma observação mais detalhada estão o delicado jardim japonês, com seus bonsais, cerejeiras, bambuzais e lagos artificiais com carpas; o bromeliário, com uma coleção de bromélias que tem mais de cem anos, além de cerca de 10 mil exemplares, distribuídas em duas grandes estufas e canteiros; e o orquidário, que abriga três mil exemplares de cerca de 600 diferentes tipos de orquídeas. A maior parte das orquídeas é brasileira, mas há representantes também exóticas e híbridas.

Quem preferir pode conhecer o Jardim Botânico do Rio através de uma visita guiada. O telefone para o agendamento é (21) 3874-1808 ou (21) 3874-1214. A duração da visita guiada é de aproximadamente uma hora e meia.

Endereço: Rua Jardim Botânico, 1008 (com estacionamento e bicicletário) e rua Jardim Botânico, 920 (sem estacionamento, com bicicletário). Aos fins de semana, os visitantes do Jardim Botânico também podem utilizar o estacionamento do Jockey Club Brasileiro
Horário de funcionamento: aberto aos visitantes de segunda a domingo, durante todos os dias do ano, menos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro. O horário de visitação é das 8h às 17h
Preço: R$ 6. É de graça para crianças de até 7 anos e para adultos a partir de 60 anos, residentes no Brasil ou em países do Mercosul
Mais informações: (21) 3874-1808 ou pelo site

Leia também: Rio de Janeiro por terra, por ar ou por mar


Amantikir (Campos de Jordão/SP)
Esse parque de visitação, baseado na exposição de estilos de paisagismo de diversas partes do mundo, proporciona ao visitante momentos de contemplação. O melhor: o parque fica aberto365 dias por ano, em qualquer condição climática.

A primeira fase do parque foi inaugurada em agosto de 2007 e possui 22 espaços e jardins, ocupando quase 35 mil metros quadrados. Os jardins representam as mais importantes culturas de jardinagem do mundo: Jardim Japonês, Jardim Francês, Jardim Italiano, Jardim Espanhol (com influências árabes), entre outros. Todos os passeios são feitos ao ar livre. A duração mínima dos passeios guiados é de uma hora e vinte minutos, mas podem durar mais de duas horas, dependendo da disposição dos visitantes.

Endereço: Rodovia Campos do Jordão/Eugênio Lefevre, 215. Bairro Gavião Gonzaga
Horário de funcionamento: de quinta a terça-feira das 8 às 17h
Preço: R$ 25 para adultos e R$ 8 para crianças e idosos
Mais informações: (12) 3664-2757 ou pelo site


Holambra, no interior de São Paulo, é considerada a capital das flores
Flickr/Miguel Schincaiol
Holambra, no interior de São Paulo, é considerada a capital das flores
Flora Diamante (Holambra/SP)
Essa propriedade de agricultura familiar rende um excelente passeio na cidade das flores. A fama de Holambra não é a toa. Na Flora Diamante o turista conhece o processo produtivo e aprende a cuidar de flores e de plantas ornamentais. O passeio, que dura de uma hora a uma hora e meia, é feito somente por agendamento.

Endereço: AAFHOL Estrada Municipal HBR 323, Fundão
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8 às 14h; sábado, domingo e feriado, das 8 às 12h.
Preço: R$ 10 por pessoa
Mais informações: (19) 3802-5299


Jardim dos Pinhais Ecco Parque(Santo Antônio do Pinhal/SP)
Esse ecoparque nasceu depois das visitas que o proprietário fez aos Jardins Tivoli, na Itália, ao Front Village Park, na Califórnia, Estados Unidos, e a outros parques floridos mundo afora. Inaugurado em julho de 2005, o Jardim dos Pinhais oferece um circuito de jardins temáticos, com 1.200 metros de extensão.

Endereço: Rodovia SP 46, 2.600, acesso a Santo Antônio do Pinhal
Horário de funcionamento: segunda, das 8 às 12h; quarta a sexta, das 8 às 17h; sábados, domingos e feriados, das 9 às 18h30
Preço: R$ 18 por pessoa, R$ 30 (casal), R$ 9 (crianças de 6 a 12 anos) e gratuito para crianças até 5 anos
Mais informações: (12) 3666-2021. Ou no site


Jardim Botânico (São Paulo/SP)
O Jardim Botânico de São Paulo abriga coleções de plantas vivas e não vivas, identificadas e catalogadas. No espaço de 360 mil metros quadrados, espalha-se acervo raro. Diversas espécies de plantas ameaçadas de extinção podem ser apreciadas no local.

Endereço: Av. Miguel Stéfano, 3.031 - CEP 04301-902 - Água Funda
Horário de funcionamento: terça a domingo, e feriados, das 9 às 17h. Fica fechado na sexta-feira santa e nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro
Preço: R$ 3, gratuito para crianças de até 10 anos, portadores de necessidades especiais, adultos acima de 60 anos, professores da rede estadual, profissionais de turismo e jornalismo, e professores acompanhantes de escolas públicas (1 a cada 15 alunos)
Mais informações: (11) 5073-6300 ou pelo site 

Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.