Para ganhar competitividade em relação a Universal Orlando Resort e Walt Disney World, parque temático terá três novas atrações

A empresa de parques temáticos SeaWorld anunciou nesta terça-feira a abertura de três novas atrações, com as quais espera ganhar espaço em um território tão competitivo como Orlando , onde há uma das maiores concentrações mundiais deste tipo de entretenimento.

Com as três novas atrações, que podem funcionar a partir dos primeiros meses de 2012, será oferecido aos visitantes "uma experiência mais próxima das criaturas marinhas, dentro de um marco futurista carregado de efeitos especiais misturados com naturezas simuladas e animais reais".

"O que estamos criando levará os milhões e milhões de turistas que nos visitam a cada ano a lugares aonde nunca antes estiveram", disse em entrevista coletiva Terry Prather, presidente da SeaWorld Orlando, companhia que também administra os parques Discovery Cove e Aquatica.

Uma dessas atrações, que segundo Prather são o maior projeto de sua empresa, será o Turtle Trek, uma representação do habitat natural com mais de 1,5 mil tartarugas marinhas e peixes-boi em sua maioria procedentes do programa de resgate de animais marinhos, realizados pelos biólogos deste parque aquático.

Graças a esse programa de resgate, o SeaWorld é o lar da simpática e popular baleia Shamu e da orca Tilikum, que ficou famosa em 2010 depois de causar a morte de sua treinadora.

As outras duas novidades serão Freshwater Oasis, que permitirá aos visitantes nadar e mergulhar ao lado de animais marítimos selvagens da Flórida , e Antarctica - Empire of the Penguin, que, quando abrir suas portas, será "o parque temático mais frio do mundo", destaca Prather.

O anúncio do SeaWorld chega num momento em que outros parques, como o Universal Orlando Resort e o Walt Disney World, também anunciaram ampliações para ganhar competitividade em um local onde recentemente foi aberto a Legoland, parque temático do famoso brinquedo Lego .

Esta área do centro da Flórida é o principal destino turístico do estado e, mesmo em meio à crise econômica internacional, recebeu em 2010 a visita de mais de 82 milhões de pessoas e gerou mais de US$ 62 bilhões de lucros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.