Conheça ótimas opções de passeios nas proximidades da capital mexicana

Vista da Pirâmide da Lua, em Teotihuacan, um sítio arqueológico magnífico nos arredores da Cidade do México
Getty Images/Gina Martin
Vista da Pirâmide da Lua, em Teotihuacan, um sítio arqueológico magnífico nos arredores da Cidade do México

Teotihuacán
Cidade/cultura asteca
Distância: 1h50 da Cidade do México

Em nahuatl, a língua dos astecas, Teotihuacan significa "a cidade dos deuses" ou "o lugar onde os deuses são criados". Habitada desde o ano 600 a.C., Teotihuacan preserva algumas das mais extraordinárias edificações pré-hispânicas da América.

É o caso da Pirâmide do Sol, a segunda maior do México. Com a Pirâmide da Lua, o Templo de Quetzalcóatl e algumas outras construções edificadas ao longo de uma grande avenida, o conjunto forma um magnífico grupo de mausoléus chamado La Calle de los Muertos.

Um grande número de palácios e murais ainda conservados dão uma ideia do que foi a cultura asteca. Aos domingos não é permitida a entrada de estrangeiros no sítio arqueológico.

Como chegar:
- De ônibus:
Partidas da Estación Autobuses del Norte, à qual se chega pela linha 5 do metrô até a estação Autobuses del Norte.

Lagunas de Zempoala
Parque
Distância: 1h30 da Cidade do México

Uma das mais lindas paisagens dos arredores da Cidade do México, o parque nacional é formado por pequenas lagoas para onde confluem as águas que descem de várias montanhas vizinhas. Há uma grande diversidade botânica nos bosques que cercam as lagunas e uma fauna bem preservada.

Como chegar:
- De ônibus:
A partir do Terminal Central de Autobuses del Sur (em Taxqueña, 1320). A linha 2 do metrô leva até a estação Taxqueña. Tome um ônibus para Huitzilac e de lá um táxi até as lagunas. Leve alguma roupa de frio.

- De carro:
Pegue a carretera (rodovia) que leva a Cuernavaca, ao sul. Ao chegar próximo a Três Marias observe a sinalização para Huitzilac e Lagunas de Zempoala.

Cuernavaca
Cidade
Distância: 95 quilômetros, 1h10 da Cidade do México

A cidade da eterna primavera foi uma das primeiras fundadas pelos espanhóis, embora o lugar já fosse usado nos meses de verão pelos imperadores astecas. Eles eram conduzidos no próprio trono, carregados pelos familiares e por altos funcionários.

A altitude é de 1500 metros. Os espanhóis começaram a ocupar a região no início do século 16 e Cortés estabeleceu ali um palácio para usar como moradia de verão. O prédio abriga hoje o Museu Cuauhnahuac. Nele há um mural de Diego Rivera. A catedral da cidade é um dos mais antigos templos cristãos da América.

Como chegar:
- De ônibus:
A partir do Terminal Central de Autobuses del Sur (em Taxqueña, 1320). A linha 2 do metrô leva até a estação Taxqueña. Há ônibus diretos para Cuernavaca.

- De carro:
Pegue a rodovia 95D, Ciudad de México-Cuernavaca.


Vulcão Popocatepetl
Vulcão
Distância: 70 quilômetros da Cidade do México

O Popocatepetl é o segundo pico mais alto do México e é considerado um vulcão ativo. Por isso, é necessário consultar o site http://www.cenapred.gob.mx/cgi-bin/popo/reportes/ultrep.cgi, que mostra o nível de atividade do vulcão, para verificar as condições e até onde se pode ir.

O nome vem do nahuatl e quer dizer “montanha da fumaça”. Muitos o chamam de Don Goyo, uma espécie de apelido para São Gregório. O vulcão está situado na cidade de Puebla, mas em dias mais claros pode ser visto da Cidade do México. Ele mantém gelo em seu cume na maior parte do ano.

Como chegar:
- De ônibus:
A partir do Terminal Central de Autobuses del Sur (em Taxqueña, 1320). A linha 2 do metrô leva até a estação Taxqueña. Há ônibus diretos para Puebla e de lá para Paso de Cortés.

- De carro:
Pegue a rodovia 150 D, Ciudad de México-Paso de Cortés.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.