Londres bairro a bairro

Por Beatriz Prates, especial para o iG |

Texto

Conheça as principais atrações de algumas das regiões mais famosas da capital inglesa

Uma das cidades mais populosas da União Europeia, Londres tem seus mais de 1.500 quilômetros quadrados divididos em 33 distritos (boroughs), nos quais se agrupam e misturam pessoas das mais diversas culturas, etnias, religiões e línguas. A mescla é tanta, que não é difícil ouvir mais de 300 idiomas pelas ruas da cidade. Basta sair andando.

E para ter certeza de que você não deixou de desvendar os mistérios de cada cantinho da capital inglesa, preparamos um roteiro bairro a bairro para você guiar seus passos, olhos e ouvidos. Confira:

Veja ainda:
- Marylebone: o bairro mais parisiense da capital inglesa
- Mayfair: a Londres tradicional e elegante
- Roteiro em cinco passos pelo bairro de South Bank


1- Westminster e St. James

Getty Images
O parque St. James fica ao lado do palácio de Buckingham, residência oficial da rainha Elisabeth II
Nestes dois bairros estão concentradas as instituições que representam o poder no Reino Unido, a monarquia e o parlamento. O Palácio de Buckingham, residência oficial da rainha Elisabeth II, fica em St James. Na mesma área estão o palácio St. James, onde ficam os escritórios do príncipe Harry e príncipe William, e a Clarence House, onde vive o príncipe Charles.

Em Westminster está a Abadia de Westminster, onde são feitas todas as coroações da monarquia britânica, o Parlamento Inglês, a casa do primeiro ministro (10, Downing Street) e o White Hall, onde ficam as principais instituições públicas.

Também em Westminster está a praça Trafalgar e o National Gallery Museum, um dos maiores museus de arte da capital. Apesar de a área ser uma das mais movimentadas de Londres, é possível fazer uma pausa para relaxar. O lugar ideal neste caso é o parque St. James, que fica ao lado do palácio de Buckingham.

- Confira o especial de Londres do iG Turismo


2- Soho

Getty Images
O Soho possui teatros e shows de diversos estilos musicais
O Soho tem bares e restaurantes para todos os gostos e bolsos. Além de ser uma área famosa pelas pela cena gay, possui teatros – ali você tem opção de assistir desde grandes musicais até shows de stand-up comedy, especialidade inglesa – e shows de diversos estilos musicais, do punk à música eletrônica. O bairro é também a casa do tradicional club de jazz Ronnie Scott.

Entre os séculos 17 e 19 a região tinha a reputação de ser um local de prostituição e comida barata. Mas durante o século 20, o bairro se tornou o centro da boemia londrina e passou a ser frequentado por intelectuais, artistas e poetas. O Soho de Londres inspirou região semelhante em outras cidades como Nova York, Hong Kong, Palermo e Buenos Aires.


3- China Town

Getty Images
Deliciosos restaurantes de comida chinesa podem ser provados na China Town
O China Town de Londres é praticamente uma continuação do Soho. Aos domingos o bairro fica cheio de vida com seus mercados. São 78 restaurantes com o melhor da comida chinesa. Uma época bonita e colorida no China Town é durante as celebrações do ano novo chinês.


4- Covent Garden

Getty Images
Artistas populares se apresentam pelas ruas e pela praça do mercado Convent Garden
Diariamente, artistas de rua ocupam e alegram as ruas e a praça do mercado Covent Garden. É uma área bem servida em termos de restaurantes, bares e comércio. Covent Garden é onde fica o Royal Opera House, teatro onde são apresentados os espetáculos de dança do tradicional Royal Ballet. O museu do transporte, London Transport Museu, é outra atração turística interessante da área.

 

5- The City

Beatriz Prates
Da estação Tower Hill você chega à Tower Bridge, a ponte mais charmosa de Londres
O maior centro financeiro da Europa está na City. O bairro é a casa dos bancos de Londres e também da bolsa de valores da capital britânica, a London Stock Exchange. Entre os prédios de arquitetura futurística estão também marcos da história da Inglaterra como, por exemplo, a Catedral de St. Pauls, onde o príncipe Charles se casou com Lady Di, nos anos 80. A London Tower, onde estão as joias da coroa, e a Tower Bridge, ponte que é o cartão-postal de Londres, também estão na City.

- Leia também: Os pontos históricos de Londres a partir do metrô

 

6- West End

Getty Images
No TKTS, você pode comprar ingressos para os teatros pela metade do preço
West End é conhecido com a área dos musicais em Londres. A cidade tem cerca de 40 teatros onde estão em cartaz espetáculos comos Les Miserables, Priscila, a Rainha do deserto, Rei Leão e outros.
A Leicester Square é um dos principais pontos desta que é uma das regiões mais movimentadas e vibrantes da capital. É nesta praça que fica o TKTS, onde você pode comprar ingressos para os teatros pela metade do preço. Ali também acontecem as premiers de diversos filmes.

 

7- Kensington

Getty Images
O Albert Hall é o mais tradicional teatro de Londres, construído no século 18
Essa é uma das áreas mais ricas e charmosas de Londres. Bem servida em termos de hotéis, resturantes, parques e lojas. A High Street kensington é um dos melhores centros de compra da capital. O palácio de Kensington, onde a princesa Diana morou, está entre as principais atrações turísticas do bairro. Atualmente é possível andar pelos jardins e pelo terraço e ver algumas exibições como a que mostra vestidos da princesa.

Kensington é também casa de três excelentes museus, Albert and Victoria, Science Museum e Natural History, todos gratuitos. No bairro está também o Albert Hall, o mais tradicional teatro de Londres, construído no século 18, e o Royal College of Art, onde você pode ver várias exposições de arte.

 

8- Chelsea

Getty Images
A Kings Road tem uma enorme variedade de lojas e restaurantes
Chelsea é um dos bairros de classe alta de Londres. A Kings Road, principal rua de comércio na região, é conhecida pela variedade de lojas, restaurantes e clubs exclusivos. Era nesta rua que a princesa Kate fazia compras antes de se casar com o príncipe William. Eram também nos clubs exclusivos da King´s Road, como o Raffles, por exemplo, que o casal saía com os amigos.

Uma das áreas mais chiques de Chelsea é o Chelsea Harbour, onde milionários têm apartamentos de frente para uma marina. O bairro é também a casa do Chelsea, um dos times de futebol mais populares da Inglaterra.

 

9- Maida Vale

Getty Images
Em Little Venice, é possível fazer um tour em pequenos barcos
Maida Vale é uma área residencial um pouco mais ao norte da capital. É onde está situada a Veneza de Londres ou Little Venice. São os pitorescos canais que ligam uma ponta da cidade à outra. Da Little Venice, por exemplo, é possível fazer um tour em pequenos barcos, os “narrow boats”, até a região de Candem Town. O passeio dura mais ou menos uma hora e meia e passa também pelo Regent Park.

 

10- Notting Hill

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597729959545 &_c_=MiGComponente_CNotting Hill ficou imortalizado no filme “Um lugar chamado Notting Hill”, com Hugh Grant e Julia Roberts. O bairro é superdescolado e tem diversos bares e restaurants da moda. As casinhas coloridas são outro marco da região. Notting Hill é um bom lugar para se passear sem pressa, descobrindo seus segredos. Na Portobello Road, aos os sábados acontece a feira de antiguidades, que tem também variedade de comida, roupas e outros. Em agosto acontece o famoso carnaval de Notting Hill, que atrai multidões.

 

11- Hampstead

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597729982349 &_c_=MiGComponente_CA vila de Hampstead, que é um bairro no norte de Londres, é um lugar pitoresco. São poucos pubs e restaurantes, tudo num clima de vila chique. As casas dos milionários que moram na área são uma atração à parte. O parque Hampstead Heath tem diversos lagos e de lá se tem uma vista incrível do centro de Londres. Também no parque está a Kenwood House, construída em 1616, onde acontecem exibições de arte e concertos.


12- Camden Town

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597729982803 &_c_=MiGComponente_CCamden é o bairro mais descolado, colorido e exótico de Londres. Nos seis mercados da área é possível comprar comida de todo o mundo. Há ainda uma variedade de lojas que vendem de roupas e acessórios a antiguidades. Aos sábados e domingos as ruas do bairro, também conhecido pelos vários bares com música ao vivo, ficam lotadas. Há também diversos estúdios de piercing e tatuagem.

 

13- Southwark

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597729984155 &_c_=MiGComponente_CA área de Southwark possui dois marcos culturais importantes de Londres. O primeiro é o Globe Theatre, construído em 1576, às margens do Tâmisa, e que serviu de arena para peças de Shakespeare, como Hamlet e Rei Leão. O segundo é o museu de arte moderna Tate Modern, onde estão obras de Picasso, Matisse, Miró, entre outros.

 

14- Borough

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597729984520 &_c_=MiGComponente_CO Borough é o bairro onde fica situado o Borough Market, em operação em Londres desde 1755. De quinta a sábado, o mercado é destino certo para os interessados em gastronomia. São mais de 100 stands com excelentes produtos e novidades gastronômicas. Perto da área do mercado há também diversos restaurantes de alto nível. As atrações de terror também fazem sucesso na área. Lugares como o London Dungeon, atraem milhares de turistas.

 

15- Brixton

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597730002505 &_c_=MiGComponente_CBrixton fica no sul de Londres e é conhecida por ser uma área de imigrantes vindos do Caribe. O bairro é famoso pelos clubs alternativos e casas de show como o Brixton Academy. O The Ritzy é um bom lugar para assisitir shows de comédia.

 

16- Shoreditch

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597730003378 &_c_=MiGComponente_CEste bairro na zona leste de Londres é conhecido pela cena alternativa, como, por exemplo, a do Brick Lane Market. O mercado acontece todos os domingos e os comerciantes vendem desde obras de arte a roupas vintage. Na Brick Lane há também diversas galerias de arte que também ficam abertas aos fins de semana e grafites espalhados pelo bairro.

 

17- Stratford

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597730003898 &_c_=MiGComponente_CÉ o bairro onde foi construído o parque Olímpico, para as Olímpiadas de Londres, na zona leste da capital inglesa. Stratford era uma área não muito valorizada, mas agora, com os jogos, a expectativa é que o cenário mude. Há grande expectativa sobre qual será o futuro dos apartamentos construídos na Vila Olímpica. Atualmente é possível fazer tours a pé ao redor do parque e aprender um pouco sobre a história da região. O maior shopping da Europa, o Westfield Stratford City, também abriu as portas em Stratford no ano passado.

- Leia também: Descubra Londres na rota das Olimpíadas

 

18- Canary Wharf

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597730004397 &_c_=MiGComponente_CCanary Wharf é conhecida pelos prédios altos de arquitetura moderna. A área era um movimentado porto que passou por um processo de regeneração em 1998. O bairro tem mais de 200 restaurantes, bares e lojas, que vão da Zara até a Montblanc. Um passeio interessante para ser feito com crianças é visitar o London Docklandas Museum, com suas diversas exposições interativas.


19- Greenwich

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597730036802 &_c_=MiGComponente_CÉ lá que está o meridiano de Greenwich, o “marco zero” da Terra. Você pode até tirar fotos no local, que fica no museu do Royal Observatory. Também em Greenwich estão os museus National Maritime, que conta a história da marinha britânica, e o Royal Artillery, com uma coleção impressionante de tanques, canhões e armas. Além de ter um parque incrível, a área é sede da maior arena de shows da Europa, o North Greenwich Arena (O2 Arena). Dentro do local há excelentes restaurantes, bares e clubs, além de cinema e de um museu sobre a história da música no Reino Unido, o British Music Experience.


20- Wimbledon

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597730037730 &_c_=MiGComponente_CA área de Wimbledon é conhecida pelo estádio de tênis que sedia um dos principais torneios mundiais do esporte. Também no estádio está o museu Wimbledon Lawn Tennis, que conta a história do esporte em exposições interativas e cheias de efeitos especiais. Na Wimbledon Village a sensação é de que você está no interior da Inglaterra. Os comerciantes locais, que tem pequenas lojas, dão um ar de vila para o local. Mas há também resturantes de culinária italiana e francesa.

 

21- Southall (Ealing)

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597730040954 &_c_=MiGComponente_CQuer conhecer um pouco da Índia em Londres? Southall é o lugar certo. A área é chamada de Little India, Pequena Índia, dada a grande influência dos imigrantes paquistaneses e indianos que moram na região. Em um passeio por Southall, você vai ver mulheres em saris e pode experimentar um pouco da gastronomia indiana. A melhor época do ano para visitar a área é entre o final de outubro e começo de novembro, quando acontece o Diwali, um festival de luzes que representa a vitória da luz contra a escuridão.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGCompLinks_C%2FMiG_Detalhe&_cid_=1597730057659&_c_=MiGCompLinks_CTem dicas de Londres? Conte para a gente na caixa de comentários

Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter.

 

Leia tudo sobre: LondresInglaterra
Texto

notícias relacionadas