O lugar onde Skywalker viveu a infância, na saga Star Wars, existe. Descubra oito cenários do mundo real que estamparam as telonas

- "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain "
Café des Deux Moulins, em Paris, França

Café des Deux Moulins é uma parada agradável em Paris
Young Yun
Café des Deux Moulins é uma parada agradável em Paris


Quem assiste ao filme " O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ", dirigido por Jean-Pierre Jeunet, se encanta pela personagem principal estrelada por Audrey Tautou. O bairro de Montmartre, em Paris, no qual a história se passa, virou referência para os fãs que buscam se aproximar um pouco mais da trajetória da garçonete sonhadora. Entre os cenários reais usados na trama está o imperdível e charmoso Café des Deux Moulins, onde Amélie trabalhava.

Na esquina das ruas Lepic e Cachois, o bar, aparentemente, não tem nada de especial, mas conserva a decoração típica dos anos 1950 e o aspecto aconchegante - e um pouco mofado - que mostrou nas telas. Além disso, o teto ainda é mostarda (cor que prevalece junto com o vermelho), o banheiro é unissex e a iluminação é feita com lâmpadas de néon. No cardápio, itens clássicos do lugar: o crème brûlée d’amélie poulain, a salade frisee aux lardoons ou um demi-camembert acompanhado de uma taça de Cotes du Rhônes.

Rue Lepic, 15, Montmartre (Metrô Blanche), tel. (33-1) 4254-9050. Aberto diariamente, das 7h às 2h.

- "Star Wars"
Província de Tataouine, na Tunísia

O planeta de Anakin e Luke Skywalker fica na Tunísia
Alain Feulvarch
O planeta de Anakin e Luke Skywalker fica na Tunísia

Graças à sua beleza exótica e infraestrutura de qualidade, a Tunísia foi escolhida pelo diretor George Lucas para a gravação dos filmes da saga " Star Wars " – principalmente a província de Tataouine, ao sul do país (inspiração para o nome Tatooine, planeta dos personagens Anakin e Luke Skywalker). No lugar, um conjunto de fortalezas abandonadas, usadas por tribos nômades de séculos atrás como casa e celeiro, recebe turistas vindos de todos os cantos do mundo, curiosos por conhecer os incríveis cenários futurísticos da série – o passado que virou futuro nas telas do cinema.

Das cerca de 300 ksar (como são chamadas as fortalezas, em árabe) espalhadas por essa região desértica do país, nem todas são abertas à visitação. As que mais impressionam parecem verdadeiros labirintos, com muitos andares e divisões internas, e algumas como a Ksar Ouled Soltane (onde Skywalker viveu quando criança em Star Wars: A Ameaça Fantasma) tem até um café em seu interior.


- " Vicky Cristina Barcelona"
Parque Güell, em Barcelona, Espanha

Parque Güell, concebido por Gaudí, foi cenário de Vicky Cristina Barcelona
David Fernández
Parque Güell, concebido por Gaudí, foi cenário de Vicky Cristina Barcelona

Mesmo com a polêmica em torno do contrato do diretor Woody Allen com a prefeitura de Barcelona (que financiou o longa em troca de filmagens nos pontos turísticos), " Vicky Cristina Barcelona " fez sucesso... E, claro, presenteia o público com imagens de cartões-postais imperdíveis da cidade espanhola. Entre eles, o Parque Güell , inaugurado nos anos 1920 e assinado pelo renomado arquiteto Antoni Gaudí (por encomenda do empresário Eusebi Güell, de quem ganhou o nome).

A arquitetura e os detalhes fascinam os visitantes. Por todos os cantos, despontam esculturas, fontes, escadarias, chafarizes, bancos ondulantes, viadutos, pavilhões, colunas e uma série de construções que dão um caráter único, moderno e complexo ao parque – valorizando, sempre, o estilo de Gaudí, com muitos mosaicos, cores vibrantes e a influência de formas naturais.

É importante lembrar que o acesso ao parque é um pouco complicado, pois exige uma subida de aproximadamente 20 minutos (caso queira, é possível pegar táxis ou ônibus). Lá de cima, entretanto, o esforço da caminhada é esquecido: a vista de Barcelona é incrível.

Ao sair do metrô Lesseps (Linha Verde, L3), há várias placas com as direções para chegar lá. Aberto diariamente, das 10h às 19h. Entrada gratuita.

- "O Poderoso Chefão"
Bar Vitelli, em Savoca, Sicília, Itália

Bar Vitelli foi cenário da comemoração do casamento de Michael Corleone
Francesco Piasentin
Bar Vitelli foi cenário da comemoração do casamento de Michael Corleone

Desconsiderando seu fim trágico, o casamento de Michael Corleone com Apollonia teve uma das celebrações mais marcantes do cinema. As cenas são clássicas: o casal saindo da Igreja de São Nicolau, onde recebeu a bênção, e caminhando pelas ruelas do vilarejo na companhia das tradicionais famílias. Depois do cortejo, marcado por músicas típicas e muitos grãos de arroz para dar sorte aos noivos, o casal chega ao Bar Vitalli e a festança começa de verdade.

Que fã não gostaria de percorrer esse caminho? Como a resposta é óbvia, Savoca virou passagem dos turistas que querem sentir o clima da família Corleone por, pelo menos, um dia, O bar e a igreja mantêm o aspecto da época das gravações.

O Vitalli ainda tem as mesmas mesas e cadeiras nas quais os personagens se sentaram e, o melhor, serve uma deliciosa granita di limone, feita em uma máquina dos anos 1930 que ocupa dois terços do lugar (dizem que o diretor Francis Coppola tentou comprá-la de tanto que gostou da sobremesa, mas o dono recusou a proposta. Sorte dos turistas).

Bar Vitelli: Piazza Fossia, tel. 0942/761-140.

- " Rocky – Um Lutador"
Escadaria do Museu de Arte da Filadélfia, na Filadélfia, EUA

Muitos turistas se divertem imitando o Rocky nas escadarias do museu
Mirandala
Muitos turistas se divertem imitando o Rocky nas escadarias do museu

Se estiver passando pelo Museu de Arte da Filadélfia, nos Estados Unidos, e observar alguém se divertindo ao subir as escadarias do lugar correndo, não se espante: desde que "Rocky – Um Lutador " foi lançado, essa cena é comum por lá.

Na pele do protagonista Rocky Balboa , o ator Sylvester Stallone subiu as mesmas escadas para interpretar a preparação do personagem antes de uma luta, e impressionou o público pela rapidez com que completou a tarefa.

No fim, a câmera mostra o personagem comemorando seu desempenho e ensaiando socos no ar com o museu ao fundo – fotografia clichê que nenhum turista vai embora sem tirar (depois de tentativas, geralmente frustradas, de imitar o boxeador). Uma estátua de bronze do personagem, doada pelo próprio Stallone em 1982, fica em destaque na entrada do museu.

Museu de Arte da Filadélfia: 26th Street e the Benjamin Franklin Parkway, tel. 215/763-8100.

- " Indiana Jones e o Templo da Perdição "
Capilano Suspension Bridge, em Vancouver, Canadá

Atravessar a ponte de 137 metros de comprimento dá um friozinho da barriga
Steve Gregory
Atravessar a ponte de 137 metros de comprimento dá um friozinho da barriga

Quem quiser entrar na pele de Indiana Jones tem endereço certo no Canadá: a ponte suspensa Capilano, em Vancouver. Lá foram gravadas cenas do filme "O Templo da Perdição". Os fãs comparecem em peso para curtir o friozinho na barriga de atravessar 137 metros de comprimento a 70 metros de altura.

Inaugurada em 1889, a ponte fica sobre o Rio Capilano, em meio a bosques antigos com árvores centenárias e quedas-d’água de até 60 metros. Mesmo que balance um pouco (principalmente quando alguém faz uma gracinha), a segurança é grande e a vista vale muito a pena. Além disso, como ela está dentro de um parque, os visitantes ainda têm acesso a exposições e atividades ecoturísticas depois que “saem da pele” aventureira do personagem.


Capilano Road, 3735, tel. 604/985-7474, capbridge.com. Aberto diariamente, das 9h até aproximadamente 20h (o horário varia conforme o mês), com entradas de US$ 29,95 para adultos, US$ 27,95 para pessoas acima de 65 anos, US$ 23,75 para estudantes acima de 17 anos, US$ 18,75 para adolescentes entre 13 e 16 anos, US$ 10 para crianças de 6 a 10 anos e grátis para abaixo de 6 anos.


- " Mamma Mia!"
Ilha de Skopelos, Grécia

Mesmo que o longa tenha aberto as portas do turismo local, Skopelos ainda se mostra um destino perfeito para uma viagem tranquila
Titanas
Mesmo que o longa tenha aberto as portas do turismo local, Skopelos ainda se mostra um destino perfeito para uma viagem tranquila

Na vida real, a ilha onde Meryl Streep , Pierce Brosnan , Amanda Seyfried e companhia aprontaram todas em " Mamma Mia !" não se chama Kalokairi, como no musical, e sim Skopelos. Para quem visita o lugar e já assistiu ao filme, é grande a probabilidade de sentir aquela vontadezinha de imitar os personagens e sair cantando e dançando pelas lindas praias de areia branca, muito verde, rochas e águas cristalinas, ao som dos hits clássicos da banda sueca Abba.

Com cerca de 5 mil habitantes e banhada pelo Mar Egeu , a ilha reserva lindas praias praticamente isoladas, como a Kastani, na costa sudoeste, um dos principais cenários das gravações. A linda capela onde o divertido casamento de Sophie acontece também existe de verdade. É a Capela Agios Ioannis, localizada na praia de mesmo nome, no topo de uma rocha em pleno mar, a cerca de 100 metros de altura (para chegar até ela, há uma escadaria encravada na pedra).

Mesmo que o longa tenha aberto as portas do turismo local, antes praticamente desconhecido pelo mundo, Skopelos ainda se mostra um destino perfeito para os que procuram uma viagem tranquila. E para dar uma esticadinha no roteiro, vale passar pela vila de Damouchari, na Península de Pelion, outro palco das filmagens.

- "Um Lugar Chamado Notting Hill"
Notting Hill, em Londres, Inglaterra

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597203549162 &_c_=MiGComponente_C

Quando escolheu o subúrbio londrino de Nothing Hill para montar o roteiro de seu próximo filme, o roteirista Richard Curtis pensou na diversidade de culturas que o bairro oferecia e que ele mesmo, como morador, vivenciava diariamente. Um lugar onde não seria surpresa que uma estrela de cinema fosse encontrada em meio a um vendedor de livros, um jardineiro ou uma garçonete.

Se no filme o bairro fica famoso graças ao romance dos personagens de Julia Roberts e Hugh Grant , depois do lançamento nas telas a mesma fama se mostra real. Volta e meia turistas vão até lá para percorrer a Portobello Road , charmosa rua com estilo vitoriano que por si só já é uma atração turística, com seus mercados de pulga, cafés, galerias e lojinhas de comércio e antiguidades.

É bem perto dela que está a The Travel Bookshop . Apesar de não ser a mesma livraria onde ocorreu o primeiro encontro entre William Tracker e Anna Scott, ela inspirou sua criação em estúdio, e por isso mesmo, é ponto indispensável no passeio. Há também o Hotel Savoy , onde os pombinhos se encontram na coletiva de imprensa, o Hotel Ritz , onde Anna estava hospedada, o restaurante de comida japonesa Nobu, do Hotel Metropolitan, e o Cinema Coronet.


_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=turismo%2FMiGCompLinks_C%2FMiG_Detalhe&_cid_=1597205120010&_c_=MiGCompLinks_C Acompanhe as novidades do iG Turismo também pelo Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.