Tamanho do texto

Pesquisa indica que 40% dos viajantes brasileiros pretendem fazer uma viagem com foco na gastronomia, e muitos lugares são ideais para isso

Viajar, independentemente se o turista busca aventura, tranquilidade ou conhecer famosos pontos turísticos , sempre é uma experiência única, e uma das melhores formas de mergulhar na cultura local de um destino é explorando a culinária local. Uma pesquisa realizada pela plataforma de viagens Booking.com revela que 40% dos viajantes brasileiros afirmam que farão uma viagem focada no turismo gastronômico ainda em 2018.

A grande questão é que, quando se pensa em turismo gastronômico , é comum cair em clichês, como lembrar da Bélgica pelos chocolates, dos Estados Unidos pelos hambúrgueres, do Japão pelo sushi ou da Itália pelas massas. Todos esses destinos têm seus encantos, mas há muitos outros lugares que contam com deliciosas e diferentes iguarias para comer e beber.

Destinos indicados para o turismo gastronômico

Segundo pesquisa, os viajantes brasileiros querem fazer viagens ainda este ano focando no turismo gastronômico
shutterstock
Segundo pesquisa, os viajantes brasileiros querem fazer viagens ainda este ano focando no turismo gastronômico


Para te ajudar a  embarcar em uma viagem gastronômica não convencional, confira os destinos que, segundo as recomendações feitas pelos usuários da Booking.com, estão se tornando fortes tendências nesse ramo turístico.

1. Relaxe tomando vinho em Szekszard, Hungria

Szekszard, na Hungria, está entre os destinos indicados para o turismo gastronômico devido as suas vinícolas e vinhos
Divulgação/Booking.com
Szekszard, na Hungria, está entre os destinos indicados para o turismo gastronômico devido as suas vinícolas e vinhos


Os amantes de vinho provavelmente já ouviram falar de Napa Valley, uma famosa vinícola que fica nos Estados Unidos e atrai vários turistas que apreciam essa bebida. Porém, a cidade de Szekszárd, na Hungria, é considerada por inúmeros viajantes como um dos melhores lugares para beber um bom vinho. A região está entre as mais antigas da Hungria que produzem vinho tinto, tendo versões mais encorpadas e até com especiarias. A qualidade dos vinhos de lá é tão boa que Szekszárd já ganhos muitos prêmios nacionais e internacionais.

2. Brinde com cerveja em Qingdao, China

Apreciar uma boa cerveja também entra na categoria turismo gastronômico, e em Qingdao, na China, há boas opções
Divulgação/Booking.com
Apreciar uma boa cerveja também entra na categoria turismo gastronômico, e em Qingdao, na China, há boas opções


A região é conhecida por ser uma cidade costeira com arranha-céus, parques e praias. Fora isso, Qingdao abriga a segunda maior cervejaria da China, que se chama Tsingtao Brewery e foi fundada em 1903 por colonizadores alemães. O turista pode conhecer melhor a história da empresa no Tsingtao Beer Museum, um museu que fica em uma rua que propositalmente leva o nome de Beer Street (Rua da Cerveja).

No destino, também acontece um grande evento no mês de agosto, o Qingdao International Beer, que segue os moldes da Oktoberfest da Alemanha. O evento é regado à diversão, e o visitante é convidado a virar o copo a cada grito de "gan bei", que significa "saúde" em chinês.

3. Tome um chá da tarde em Bath, União Europeia

Uma das melhores experiências de turismo gastronômico que se tem para viver na Europa é se deliciar no chá da tarde
Divulgação/Booking.com
Uma das melhores experiências de turismo gastronômico que se tem para viver na Europa é se deliciar no chá da tarde


Tomar o chá da tarde é uma antiga tradição inglesa que permanece popular desde a época georgiana, e a região de Bath é uma das mais recomendadas pelos viajantes para viver essa clássica tradição. O costume de apreciar um chá acompanhado de outras delícias – como pequenos sanduíches, scones com creme de natas e geleia e bolinhos doces – surgiu em 1840 como forma de enganar a fome até chegar a hora do jantar.  

Além do chá da tarde, outra dica é conhecer o restaurante The Pump Room, que por mais de dois séculos foi visto como o coração social da cidade.

4. Coma um docinho no verão de Miedzyzdroje, Polônia

Miedzyzdroje, na Polônia, destaca-se com o turismo gastronômico porque no verão os waffles se tornam populares
Divulgação/Booking.com
Miedzyzdroje, na Polônia, destaca-se com o turismo gastronômico porque no verão os waffles se tornam populares


No noroeste da Polônia, na ilha de Wolin, na costa Báltica, fica essa cidade turística litorânea que lota de turistas no verão. Desde o século 14, uma das iguarias mais apreciadas nessa época do ano por lá são os waffles, tanto que é possível encontrar em Miedzyzdroje vendedores desse doce em cada esquina, e o melhor é que dá para variar, pois existem inúmeras variações de waffles para os turistas provarem.

O aumento no fluxo de visitantes tem deixado esse doce típico da região reconhecido mundialmente. Vale ressaltar que a pesquisa da Booking.com descobriu que cerca de sete em cada 10 viajantes brasileiros (71%) escolhem um destino levando em conta sua fama gastronômica, e esse é um dos motivos que está tornando essa região da Polônia tão popular entre os turistas.

5. Deguste sushi em Düsseldorf, Alemanha

É possível comer um autêntico sushi na Alemanha; essa experiência de turismo gastronômico acontece em Düsseldorf
Divulgação/Booking.com
É possível comer um autêntico sushi na Alemanha; essa experiência de turismo gastronômico acontece em Düsseldorf


Como boa parte dos viajantes brasileiros procura o turismo gastronômico, outra sugestão é conhecer esse lugar que conta com uma culinária clássica, mas possui um ambiente bem alternativo. A cidade de Düsseldorf é reconhecida por ter uma forte indústria de moda e arte, mas o destino também é ótimo para degustar um sushi.

Isso mesmo, a cidade alemã é a terceira maior comunidade japonesa na Europa, por isso, há inúmeros restaurantes japoneses e sushi bars espalhados pela cidade. Mesmo o destino não sendo a primeira opção que quem é amante da culinária japonesa, essa é uma ótima opção para o viajante que quer apreciar o melhor dela fora do Japão.  

6. Dieta vegetariana em Koyasan, Japão

Koyasan, no Japão, é um local indicado para o turista que quer viver um turismo gastronômico vegetariano ou vegano
Divulgação/Booking.com
Koyasan, no Japão, é um local indicado para o turista que quer viver um turismo gastronômico vegetariano ou vegano


Agora, se turista quer viver uma experiência diferente no Japão , o indicado é conhecer o Koyasan, ou Monte Koya, local que é considerado um patrimônio mundial da UNESCO. Essa montanha está situada na Península Kii, a mais de 800 metros acima do nível do mar e impressiona com uma bela paisagem. O local, considerado por muitos como sagrado, é um lugar de peregrinação para quem segue a escola Shingon do Budismo.

Por lá, os monges e crentes budistas adotam uma dieta vegetariana especial (mais similar a uma alimentação vegana). Em japonês, essa dieta é chamada de Shojin Ryori e pode ser traduzida como "Comida da Devoção". O turista pode experimentar uma refeição típica dessa região em restaurantes centenários. Koyasan é um local perfeito para quem busca tranquilidade e não consome carne.

7. Tenha momentos saudáveis em Canggu, Indonésia

Canggu, na Indonésia, é um destino que atrai muitos surfistas e também quem busca um turismo gastronômico mais leve
Divulgação/Booking.com
Canggu, na Indonésia, é um destino que atrai muitos surfistas e também quem busca um turismo gastronômico mais leve


Canggu é uma vila costeira com cerca de 10 km de praia. Localizada ao sul de Bali, o destino é visto como um paraíso para os surfistas, pois além de ter um mar com boas ondas, a região conta com diversos restaurantes naturais que servem comidas simples e saudáveis, sem deixar de lado as referências gastronômicas da Indonésia. A comidinha leve é ideal para quem quer passar o dia dentro d’água aproveitando o mar.

8. Aproveite seu lado gourmet em Franschhoek, África do Sul

Franschhoek é considerada a capital gourmet da África do Sul, por isso, o destino é indicado para o turismo gastronômico
Divulgação/Booking.com
Franschhoek é considerada a capital gourmet da África do Sul, por isso, o destino é indicado para o turismo gastronômico


Outra indicação de turismo gastronômico é visitar a vila de Franschhoek, também conhecida como um cantinho francês dentro da África do Sul. O destino é popular por carregar o título de capital gourmet do país. Por lá, os turistas podem aproveitar em vinícolas, restaurantes e visitar edifícios históricos.

A pesquisa realizada pela Booking.com indica que 23% dos viajantes buscam recomendações de restaurante e nesse destino é possível encontrar variadas refeições gourmet criadas por chefs ganhadores de prêmios.

9. Confira uma fábrica de queijos em Tillamook, Estados Unidos

Em Tillamook, nos Estados Unidos, o turismo gastronômico é forte por conta de uma fábrica que produz laticínios
Divulgação/Booking.com
Em Tillamook, nos Estados Unidos, o turismo gastronômico é forte por conta de uma fábrica que produz laticínios


Quem gosta de queijo vai ficar encantado ao visitar esse destino localizado na costa de Oregon, nos Estados Unidos. Tudo porque na cidade fica a Tillamook Cheese Factory, uma empresa que busca produzir laticínios de excelente qualidade há mais de um século. O interessante é que o visitante pode fazer um passeio para ver de perto como funciona a vida na fazenda, assistir uma linha de produção em ação e degustar alguns produtos produzidos pela empresa.

10. Satisfaça seu desejo por doces em Lviv, Ucrânia

Quando o assunto é chocolate, a Bélgica é lembrada para o turismo gastronômico, mas Lviv, na Ucrânia, é uma boa opção
Divulgação/Booking.com
Quando o assunto é chocolate, a Bélgica é lembrada para o turismo gastronômico, mas Lviv, na Ucrânia, é uma boa opção


Lviv é a maior cidade da Ucrânia e conta com seu próprio museu do chocolate localizado no centro histórico do destino. No museu, é possível acompanhar como esse doce se tornou uma das iguarias mais apreciadas do mundo. Em outubro de 2018, a cidade também sediará um evento ucraniano em que serão reunidas as melhores marcas de doces e produtores de chocolates artesanais do país, sendo esse um evento e tanto para o viajante que aprecia o turismo gastronômico.

11. Curta um peixe fresquinho em Donggang, Taiwan

Donggang, no Taiwan, é um destino para o viajante que busca comer muitos peixes no turismo gastronômico
Divulgação/Booking.com
Donggang, no Taiwan, é um destino para o viajante que busca comer muitos peixes no turismo gastronômico


Esse destino litorâneo, ainda pouco explorado, fica no lado oeste de Taiwan, próximo ao Estreito de Taiwan. A região conta com um dos maiores portos de pesca do país e isso se reflete na culinária. Há um agitado mercado de frutos do mar por lá e, no local, é possível encontrar inúmeros restaurantes que servem peixes fresquinhos.

Para aproveitar o melhor do turismo gastronômico em Donggang, a sugestão é visitar o Dong Gang Seafood Market, que conta com barracas de peixe fresco, frutos do mar, verduras e até sashimis similares ao do Japão.