Quantos você já conheceu? Comece ou aumente a sua lista com nossas dicas!

Quem ama futebol não se desconecta do esporte nem quando viaja - mas também não é preciso. Existem diversos  estádios que oferecem visitas guiadas e possuem museus abertos para turistas, muitos deles interativos, que podem ser visitados até em família e são uma ótima opção para quem não resiste um bom programa futebolístico, mas não vai conseguir assistir nenhum jogo quando for viajar.

Leia também: Turismo na Rússia! Conheça o país sede da Copa do Mundo de 2018

Conheça 16 estádios pelo mundo. Na foto (esq para dir): Estádio da Luz, Santiago Bernabéu, Bombonera e Allianz Stadium
shutterstock
Conheça 16 estádios pelo mundo. Na foto (esq para dir): Estádio da Luz, Santiago Bernabéu, Bombonera e Allianz Stadium


Da América Latina à Europa, aqui vai uma lista de 16  estádios pelo mundo que você pode visitar e que focam em muito mais do que só futebol, interessando até aquelas pessoas que não são tão fãs assim do esporte.

Portugal

Estádio da Luz - S.L Benfica

Em passeio pela casa do Benfica, turistas podem conhecer as águias mascotes do time
Camila Alvarenga/iG
Em passeio pela casa do Benfica, turistas podem conhecer as águias mascotes do time


Como muitas casas de times europeus, é possível visitar o estádio e o museu do S.L. Benfica. Lá, o interessante é que, mais do que falar só da história do time, o museu aborda a história do futebol em Portugal e contextualiza o avanço do esporte no país com o que estava acontecendo no mundo em cada época. Também são valorizados outros esportes do clube.

Já no tour, além de conhecer a maioria das áreas da casa, os turistas ainda têm a chance de ver a águia, mascote do time, de perto. O Benfica conta com três águias-carecas: Luz, Glória e Vitória. Em dias de clássico, uma delas é escalada para voar pelo estádio antes do jogo e então pousar no escudo do time, completando-o.

Para quem estiver em Lisboa, também é possível visitar o estádio do rival lisboeta do Benfica: o José Alvalade, do Sporting Clube. O tour, no entanto, é mais curto e não é permitido tirar fotos em alguns lugares.

Leia também: Viagem a Portugal: dicas de passeio e boa gastronomia em Lisboa e Porto

Estádio do Dragão - F.C. Porto

O museu do clube do Porto é super interativo: (foto) reprodução do vestiário dos jogadores com grandes camisas do time
Camila Alvarenga/iG
O museu do clube do Porto é super interativo: (foto) reprodução do vestiário dos jogadores com grandes camisas do time


Bastante interativo, o museu de futebol do Estádio do Dragão foi considerado o mais inovador de Portugal. Mas vá com tempo, porque apenas a visita ao museu demora 1h30, e o tour tem mais uma hora.

Assim como no Estádio da Luz, o Museu do Dragão tem a preocupação de criar uma experiência imersiva para o turista. Então ele possui um teatro em que é simulado um dia de jogo num telão enorme.

O passeio é especialmente imperdível para os corintianos, pois dizem que a Arena Corinthians, em Itaquera, foi construída inspirada na casa da equipe do Porto.

Espanha

Santiago Bernabéu - Real Madrid C. F.

O Santiago Bernabéu é a casa do Real Madrid, um dos principais times da Espanha e do mundo
shutterstock
O Santiago Bernabéu é a casa do Real Madrid, um dos principais times da Espanha e do mundo


O Santiago Bernabéu é o estádio ostentação, casa do Real Madrid, um dos principais times da Espanha e do mundo, atualmente. Super tecnológico e inovador, seu museu é o terceiro mais visitado da cidade de Madri. O tour completo, que inclui o museu e o passeio pela casa - com acesso à área técnica, túnel, tribuna presidenciável, entre outros, sendo um dos mais completos -, demora cerca de 1h30. Vale comprar o ingresso com antecedência e checar os dias, pois ele não abre quando há jogo.

Camp Nou - F.C. Barcelona

shutterstock
"Més que un club", mais do que um clube, gravado na arquibancada do Camp Nou


Lar de um dos principais times da Espanha e rival do Real Madrid, o Camp Nou oferece duas possibilidades de visita: uma que inclui o museu e o tour guiado, e a outra que, além disso, dá direito a audioguia e uma experiência virtual no campo com óculos de realidade virtual. Ainda existe a possibilidade de realizar a visita VIP, num grupo menor, que conta com acesso exclusivo ao vestiário do time (normalmente, na maioria das visitas a estádios, os turistas conhecem o vestiário da equipe de fora), e ainda oferece aperitivos.

Argentina

Bombonera - C. A. Boca Juniors

A icônica Bombonera - caixa de bombons - do argentino Boca Júniors
shutterstock
A icônica Bombonera - caixa de bombons - do argentino Boca Júniors


O estádio Alberto J. Armando, ou a Bombonera, em Buenos Aires, é com certeza um dos mais famosos do mundo. Seu apelido vem de seu formato: com capacidade para 49 mil pessoas, o estádio foi construído “para cima”, pois a área disponível era pequena, parecendo uma caixa de bombons e fazendo com que as arquibancadas ficassem muito próximas ao campo.

Lá, além da visita ao estádio, existe o Museo de la Pasión Boquense, apenas para contar os feitos do time. Ele funciona todos os dias das 10h às 18h, mas a bilheteria fecha às 17h30.

Leia também: 10 passeios imperdíveis em Buenos Aires

Monumental de Núñez - C.A. River Plate

Estádio do River Plate, Monumental de Núñez, é o maior da Argentina
shutterstock
Estádio do River Plate, Monumental de Núñez, é o maior da Argentina


Seu nome original é Estádio Monumental Antonio Vespucio Liberti, mas ele é conhecido pelos torcedores como Monumental de Núñez. Localizado na capital, é o maior da Argentina e está entre os dez maiores da América Latina. De forma parecida à Bombonera, a casa oferece os mesmos atrativos para turistas, inclusive com o mesmo horário de funcionamento. Aberto para visitas até em dias de jogo, estas se encerram uma hora antes da partida.

Brasil

Pacaembu - municipal

O estádio municipal do Pacaembu, em São Paulo, abriga o nosso Museu do Futebol
shutterstock
O estádio municipal do Pacaembu, em São Paulo, abriga o nosso Museu do Futebol


Sim, aqui no Brasil nós também temos estádios que valem a visita. Um deles é o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido como Pacaembu, em São Paulo, lar do nosso Museu do Futebol. O local conta um pouco da história do futebol no Brasil desde os primórdios, até a origem das torcidas organizadas de diferentes times, e a trajetória da seleção brasileira em uma série de ambientes - muitos deles interativos.

Apesar de não haver uma visita guiada pelo estádio, em alguns momentos do passeio pelo museu, existem “aberturas” para ver o campo e a arquibancada.

A visita vale a pena, principalmente às terças-feiras, quando a entrada é gratuita.

Vila Belmiro - Santos F.C.

O museu e memorial da Vila Belmiro contam com uma seção exclusiva para o rei do futebol, Pelé
Reprodução/Facebook
O museu e memorial da Vila Belmiro contam com uma seção exclusiva para o rei do futebol, Pelé


O estádio Urbano Caldeira, mais conhecido como Vila Belmiro por sua localização na cidade de Santos, conta com um museu e o Memorial das Conquistas do time. Mas a visita vale para mais do que somente os torcedores do clube, pois nele há uma seção exclusiva para o rei do futebol: Pelé.

É possível comprar o ingresso só do museu, que também dá acesso à arquibancada do estádio, ou o ingresso completo, que inclui visita para os vestiários, sala de imprensa e beira do gramado.

Alemanha

Estádio Olímpico de Berlin - Hertha B.S.C

O estádio Olímpico de Berlin foi construído pelo regime nazista e é a casa do Hertha Berliner, time de Hitler
shutterstock
O estádio Olímpico de Berlin foi construído pelo regime nazista e é a casa do Hertha Berliner, time de Hitler


Muitos podem argumentar que o Hertha Berliner S.C. não é dos times mais significativos da Alemanha, o que é verdade, mas o valor histórico do estádio olímpico da equipe berlinense é inegável e é uma visita que promete agradar até aqueles que não curtem tanto futebol.

A construção, apelidada carinhosamente pelos alemães de “A Velha Dama”, foi erguida durante a época nazista pensada para sediar as Olimpíadas de 1936 e funcionar como um dos instrumentos da propaganda do regime de Hitler - que torcia para o Hertha B.S.C..

Hoje, o estádio é aberto para turistas que, além da visita guiada, podem passear pelo “corredor histórico”, onde são expostas informações e curiosidades dos primeiros anos do nazismo.

Leia também: Viagem pela Alemanha? Veja como aproveitar o melhor de Berlim em 5 dias

Inglaterra

Anfield - Liverpool F.C.

Anfield é a casa do Liverpool, time cuja torcida é considerada a mais fanática do mundo
shutterstock
Anfield é a casa do Liverpool, time cuja torcida é considerada a mais fanática do mundo


Para os boleiros de plantão, vale fugir de Londres, o roteiro clássico de quem visita a Inglaterra. Um dos destinos verdadeiramente imperdíveis é Liverpool, cujo time tem a fama de possuir a torcida mais fanática do mundo. Anfield é o lar da equipe. Com museu e visita guiada, em datas específicas os turistas ainda podem conhecer o mascote do Liverpool, o pássaro apelidado de “Mighty Red”.

Aqui dá para emendar outro "roteiro futebolístico": o estádio do Everton fica a apenas 10 minutos de Anfield. Apesar de um museu mais modesto, é uma das casas mais tradicionais, sendo onde Pelé e Garrincha jogaram pela última vez na seleção brasileira juntos, na Copa de 1966.

Old Trafford Stadium - Manchester United F.C.

O estádio Old Trafford é o preferido de turistas que visitam a Inglaterra, segundo uma revista britânica
shutterstock
O estádio Old Trafford é o preferido de turistas que visitam a Inglaterra, segundo uma revista britânica


Segundo um levantamento de 2015 de uma revista de turismo britânica, o Old Trafford Stadium em Manchester é o preferido dos turistas que vão à Inglaterra. Com visita guiada pelo estádio e museu, a mostra também aborda a atividade da imprensa na cobertura do time ao longo do tempo, o que inclui o acidente de 1958, em que caiu o avião que transportava a delegação do Manchester United na Alemanha.

É recomendado conferir o horário de funcionamento com antecedência, pois o local fecha em algumas datas específicas.

Quando na cidade, aproveite também para visitar o Museu da Federação Inglesa de futebol, cuja mostra exibe artefatos do esporte lá de 1872, armas de hooligans, entre outras relíquias. E, o melhor, a entrada é gratuita.

Uruguai

Estádio Centenário de Montevidéu - municipal

O Estádio Centenário de Montevidéu foi o primeiro do mundo a receber uma final de Copa do Mundo, em 1930
shutterstock
O Estádio Centenário de Montevidéu foi o primeiro do mundo a receber uma final de Copa do Mundo, em 1930


O Estádio Centenário em Montevidéu é a casa oficial da seleção uruguaia e lar do museu do futebol do país. Foi construído para sediar a primeira Copa do Mundo da Fifa, em 1930, e, por isso, eleito patrimônio cultural da humanidade. Hoje é aberto para visitação de segundas a sextas das 10h às 17h.

Italia

Stadio Giuseppe Meazza / Stadio San Siro - Inter de Milão e A.C. Milan

O estádio municipal de Milão é dividido por duas equipes rivais: o Inter de Milão e o A.C. Milan
shutterstock
O estádio municipal de Milão é dividido por duas equipes rivais: o Inter de Milão e o A.C. Milan


Pode parecer estranho, mas os rivais da cidade de Milão, na Itália, dividem a mesma casa há 69 anos. Existe a lenda de que, quando o Inter de Milão é o mandante, ela é chamada de Stadio Giuseppe Meazza, já quando é o A.C. Milan, ela é referida como Stadio San Siro, mas a verdade é que a casa é mais conhecida como San Siro por ambos os times. Curiosidades à parte, o estádio é aberto para turistas.

O interessante de visitar local é conhecer o museu que mistura a história dos dois times de Milão, além de participar da visita guiada pelo estádio, em que os turistas têm acesso à zona mista, túnel dos jogadores para entrar em campo, vestiários e arquibancadas.

Leia também: Sul da Itália: onde o mundo se encontra

Allianz Stadium - Juventus

O estádio do Juventus é o único particular, ou seja, que pertence e é administrado por um time, em toda a Itália
shutterstock
O estádio do Juventus é o único particular, ou seja, que pertence e é administrado por um time, em toda a Itália


Ao contrário da tendência que reina na Itália, onde a maioria dos times não possui estádio próprio, o Juventus tem o Allianz Stadium, na cidade de Turim, onde oferece tours guiados e abre seu museu ao público. Além disso, o time também oferece algumas atrações exclusivas. Uma delas é o tour privado, em que se paga a mais para ter uma visita separada, com guia privado, pela casa e, no museu, é permitido que os turistas toquem nos objetos originais que compõem a história do clube. O local fecha para o público somente às terças-feiras, mas vale checar os horários, visto que eles variam dependendo do dia da semana.

Para os verdadeiramente fanáticos, ainda é possível fazer um city tour pela cidade de Turim baseado na história do Juventus, visitando locais importantes para o clube - mas estes não acontecem todos os dias, então vale se programar e comprar o ingresso com antecedência.

Africa do Sul

Cape Town Stadium - municipal

O Cape Town Stadium é uma das estruturas arquitetônicas mais impressionantes da África do Sul
shutterstock
O Cape Town Stadium é uma das estruturas arquitetônicas mais impressionantes da África do Sul


Apesar de não ter grande tradição no futebol, a África do Sul foi sede da Copa do Mundo de 2010 e, por isso, possui estádios incríveis. Um deles é o municipal da Cidade do Cabo. Construído no lugar do Green Point Stadium, é uma das estruturas arquitetônicas mais impressionantes do país. Por isso, a visita guiada foca justamente no aspecto e design da construção, mas nela também é permitido ir até o campo e espiar os vestiários. Os tours, entretanto, acontecem apenas às terças e quintas ao meio-dia.

Outro motivo para considerar a visita é o Parque Green Point, localizado ao lado do estádio. Mais do que um parque comum, o Green Point conta com um jardim de preservação da biodiversidade sul africana, com mais de 25 mil plantas nativas.

Turquia

Arena Vodafone - Besiktas J.K.

A Arena Vodafone, do Besiktas, é o único da Turquia aberto para turistas, apesar do país ter outros times mais expressivos
shutterstock
A Arena Vodafone, do Besiktas, é o único da Turquia aberto para turistas, apesar do país ter outros times mais expressivos


O Besiktas J.K., de Istambul, é um dos principais times da Turquia. Seu estádio, a Arena Vodafone, localizado na capital, é o primeiro e único do país a oferecer visitadas guiadas - para a tristeza dos fãs do Galatasaray S.K. e do Fenerbahce S.K., considerados clubes maiores -, além de possuir um museu. Recomenda-se comprar os ingressos com antecedência, já que existe um limite de 25 pessoas por tour, no qual os visitantes vão até o campo, passam pela tribuna da imprensa, conhecem os vestiários e têm acesso à sala de coletiva de imprensa. Entretanto, enquanto o museu conta com as informações em inglês, a visita guiada é realizada apenas em turco.

Leia também: Capadócia - Uma região de formação vulcânica no centro da Turquia

Antes de ir, vale checar se está aberto - regra que vale para todos os estádios da lista. A Arena Vodafone fecha para o público às segundas, no primeiro dia de feriados religiosos e em dias nos quais o time vai jogar ou treinar lá.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.