Para bancar o estilo de vida, a dupla pega trabalhos temporários; em conta do Instagram, compartilham fotos e rotina das viagens que fazem

Imagine passar dois anos conhecendo um país diferente todo mês. Imaginou? Porque é isso que o casal Jake Snowden e Marie Ferling fazem. Eles se conheceram há dois anos na Tailândia e, desde então, estão juntos explorando o mundo .

Leia também: Casal se conhece no Tinder e larga tudo para viajar pelo mundo de carro

Casal que conhece um país por mês durante dois anos conta como é rotina de viagens
Instagram
Casal que conhece um país por mês durante dois anos conta como é rotina de viagens


Eles contam que tudo começou quando se conheceram numa praia na Tailândia, completamente ao acaso. Uma amiga de Marie, que é alemã, derrubou o celular no mar e Jake, um australiano, se ofereceu para recuperá-lo. O casal teve apenas quatro dias para se conhecer, pois ela já tinha um voo marcado para outro país , o Vietnã.

Eles acabaram se separando, mas não foi o fim. Jake deu um jeito de conseguir o visto vietnamita e foi atrás de Marie. Desde então estão juntos e se comprometeram a conhecer um lugar diferente todo mês.

Rotina de viagens

Até agora, a dupla já conheceu 22 países, que coincide com a quantidade de tempo que estão juntos: 22 meses, ou quase dois anos.

Desde que se conheceram na Ásia, além da Tailândia e Vietnã, já visitaram a Indonésia, EUA, México, América Central e o “topo” da América do Sul. Na Europa, foram para a Alemanha, Espanha e Holanda. Eles também passaram três meses na Austrália para trabalhar e juntar dinheiro para as próximas aventuras.

No Instagram, a conta conjunta dos dois faz sucesso. É nela que eles relatam um pouco da rotina que têm e dão as dicas para quem quer seguir seus passos.

Leia também: Casal da Austrália larga tudo para conhecer o país e dá 7 dicas para economizar

“A chave para qualquer coisa na vida é, primeiramente, escolher. Além disso, muitas pessoas querem um estilo de vida para o qual não estão prontas para se comprometer. E é assustador escolher sair viajando e pensar que talvez isso não vá funcionar para você, mas também é assustador pensar que talvez você perca algo incrível se não tentar”, diz Jake pela rede social.

Ele também afirma que viajar pelo mundo desenvolveu muito rápido o relacionamento do casal.


“Depois de apenas dois meses juntos oficializamos nossa relação. Quando você viaja junto, você passa todos os momentos juntos, você vê a outra passar por todas as emoções que existem. Sentimos que nosso relacionamento passou por coisas que a maior parte dos relacionamentos não passa nem em cinco anos. Realmente nos solidificou como um time e nos ensinou tudo que precisamos saber um sobre o outro para confortavelmente tomar certos riscos no futuro”, argumenta.

Para bancar as viagens, o casal opta por empregos temporários, trabalhando muito por pouco tempo para depois viajar por bastante tempo. Marie também tem uma marca online de roupas.

Compartilhando histórias

Além de viajar , outra paixão do casal é a fotografia. O Instagram de ambos está recheados de lindas fotos de momentos que viveram ao longo da jornada. Eles dizem tirar fotos porque acreditam ser injusto viver tudo que estão vivendo e não compartilhar as experiências de alguma forma com outras pessoas.


Fazer isso tem dado bons resultados: o casal conta com quase 92 mil seguidores e afirma ter sempre uma recepção muito positiva na rede social.

“As reações são positivas, mas geralmente as pessoas dizem que nunca conseguiriam fazer o que fazemos”, contou Jake em entrevista ao jornal britânico “Daily Mail”.

Leia também: Com pouco dinheiro, casal roda o mundo morando em uma van 

“Nós entendemos que todo o mundo é diferente e que a vida que nós levamos não é para todo o mundo. Os sacrifícios que você faz são os mesmos de quem vai viajar para qualquer lugar, que seja para conhecer um país por pouco tempo. É abandonar a segurança de uma rotina, o conforto da sua própria cama na sua própria casa e sacrificar bens materiais por experiências”, pontua, ressaltando que tudo vale a pena, apesar de eventuais dificuldades.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.