Famosa por concentrar gastronomia típica e cultura, região ainda atrai turistas por suas belezas e curiosidades

Tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade os atrativos de Puebla, a 120 km da Cidade do México , vai muito além de suas centenas de igrejas e edificações históricas datadas dos períodos pré e pós-hispânico, e da gastronomia fervilhante. Localizada no grande vale do Cuetlaxcoapan, a cidade está rodeada por montanhas com pico de neve e vulcões – alguns ainda ativos, como o Popocatéptl –, que tornam a paisagem uma atração à parte.

A sete quilômetros do centro, a cidade de Cholula  abriga a maior base de pirâmide do mundo, superando até as do Egito. Na verdade, são três pirâmides construídas entre os séculos 1 e 8, uma sobre a outra, totalizando 54 metros de altura e com laterais de 380 a 439 metros de comprimento. Além de visitar o que resta do conjunto, uma área restaurada oferece uma longa escadaria que garante boas fotos a quem não tiver medo de altura. Visite também o museu anexo para entender melhor a história do local.


No topo está o Santuário Nossa Senhora dos Remédios, construído pelos espanhóis em 1549. Para chegar lá é preciso encarar uma bela ladeira e uma escadaria, mas a vista vale a pena. De lá do alto a quantidade de igrejas chama a atenção. São tantas (365 no total) que na falta de santos, a população vale-se de apelidos para nomear todos os templos. Assim, não se espante se encontrar a igreja de São Pedro e também a de São Pedrito.

MAIS: Conheça a cidade de Puebla

Atlixco

Mais próximo a Puebla, a aproximadamente 40 minutos, a cidade de Atlixco é uma versão mexicana da brasileira Holambra. Com dezenas de estufas espalhadas por seu entorno, vale o passeio para apreciar a beleza de diferentes espécies de plantas (flores, ervas aromáticas e árvores). Mas nem pense em trazer uma muda de lembrança. O transporte na mala é proibido e pode gerar problemas desnecessários na alfândega.

 Daniel Ponce Hernandez, de 85 anos, e Reina Vasquez de Ponce, 80, estão casados há 57 anos e comandam há 37 o tradicional restaurante Hosteria Del Parque, em Atlixco
Aretha Martins/iG
Daniel Ponce Hernandez, de 85 anos, e Reina Vasquez de Ponce, 80, estão casados há 57 anos e comandam há 37 o tradicional restaurante Hosteria Del Parque, em Atlixco

Na praça central (Zócalo), as cores chamam a atenção nos bancos revestidos com azulejos pintados à mão e na cúpula vermelha e amarela da Paróquia de Atlixco. Além disso, todos os museus da cidade, que já foi a capital do Estado de Puebla, têm entrada gratuita.

Nos charmosos restaurantes do centro, experimente a cecina, um bife bem fino, curado e, depois, grelhado como churrasco. Como acompanhamento, tortillas, guacamole e chile poblano.  

Como os passeios não exigem mais do que uma tarde, aproveite a noite para desbravar mais um pouco as ruas de Puebla, que com a iluminação amarelada das ruas e prédios históricos ganham um clima especial de volta ao passado. Pelo centrinho antigo há baladas para todos os gostos, desde salsa até o rock, passando pelo eletrônico.

Se preferir algo mais tranquilo, escolha um dos bares no entorno da catedral e peça uma cerveja. Além da tequila, o México também é conhecido por suas cervejas tradicionais e artesanais.

(*) A jornalista viajou a convite da Copa Airlines e do governo de Puebla