Relembrar todos os detalhes dos últimos dias de Cristo "in loco" é experiência única

Os milhares de peregrinos e turistas que visitarão Jerusalém nesta Páscoa poderão acompanhar diversos eventos para comemorar a Semana Santa, tendo como ponto alto o domingo, quando é celebrada a ressureição de Jesus Cristo. Confira os pontos principais da programação:

Pedra da Unção, onde os cristãos acreditam que o corpo de Jesus foi limpo das feridas e enrolado em panos após sua morte
Divulgação
Pedra da Unção, onde os cristãos acreditam que o corpo de Jesus foi limpo das feridas e enrolado em panos após sua morte

- Quinta-feira (2 de abril): dia em que os fiéis comemoram a Última Ceia e a cerimônia do Lava-Pés dos apóstolos por Jesus e as últimas horas de Cristo antes de sua prisão no Getsêmani. O Patriarcado Latino lava os pés de seus sacerdotes imitando Jesus na Igreja do Santo Sepulcro. Na parte da tarde, uma oração católica curta em várias línguas acontece no Cenáculo, enquanto os anglicanos, luteranos e protestantes realizam uma procissão da Catedral de São Jorge para a Igreja da Redenção e Igreja do Cristo, terminando no Getsêmani.

- Sexta-feira (3 de abril): dia da crucificação, morte e sepultamento de Jesus. Uma procissão de milhares de cruzes, liderada pelo Patriarca, o guardião dos Lugares Santos e outros grupos independentes marcam as estações da Via Sacra ao longo da Via Dolorosa em Jerusalém na Cidade Velha para o Calvário na Igreja do Santo Sepulcro. À noite, a procissão do enterro é realizada no Santo Sepulcro (católicos), nas igrejas da Cidade Velha e no Túmulo do Jardim em Jerusalém (protestantes), onde as orações também são realizadas em Inglês.

- Santo sábado (4 de abril): neste dia, cristãos ortodoxos celebram a Cerimônia do Fogo Sagrado, quando milhares de pessoas reúnem-se dentro e fora da Igreja do Santo Sepulcro para aguardar o milagroso acendimento da vela do Patriarca, transmitido para o mundo todo.

- Domingo de Páscoa (5 de abril): dia em que os fiéis celebram a ressurreição de Jesus. O Patriarca Latino lidera uma procissão até a Igreja do Santo Sepulcro para a leitura multilíngue do Evangelho da Ressurreição e da celebração de Missas de Páscoa. Os luteranos comparecem ao Monte das Oliveiras, atrás da Igreja Augusta Victoria, para receber a Eucaristia do dia da Páscoa. Já os protestantes podem participar das cerimônias de Páscoa, em inglês, no Jardim da Tumba e em várias igrejas protestantes em Jerusalém.

- Segunda-feira da Páscoa (6 de abril): neste dia, as celebrações deslocam-se para Emaús, para celebrar o Jesus ressuscitado aparecendo diante de dois dos seus discípulos e dividindo o pão com eles em Emaús, fora de Jerusalém. Há uma discussão sobre a localização exata de Emaús, próximo a Latrun, Abu Ghosh e al-Qubeibeh (oeste e noroeste de Jerusalém). Missas solenes são realizadas em vários locais, presidida pelo Patriarca Latino (Emmaus perto de Latrun) e pelo Custódio Franciscano (Emmaus em al-Qubeibeh).

* O repórter viajou a convite do Ministério do Turismo de Israel

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.