Para quem não quer samba nem serpentina, selecionamos alguns destinos no Brasil e no exterior para curtir o feriado longe da muvuca

Nem é preciso gostar de samba e serpentina para aguardar ansiosamente pela chegada do carnaval. Afinal, os dias de folga do trabalho ou da faculdade podem ser muito bem aproveitados com uma viagem longe da muvuca.

Há diferentes roteiros para quem não quer passar o feriado espremido no meio da multidão nem dançar samba ou axé. Paraísos naturais como Chapada dos Veadeiros , Bonito  e Patagônia  oferecem diversas atividades para aventureiros iniciantes e experts.

Quem deseja um período de descanso em meio à natureza, encontra no Pantanal , na Serra Gaúcha  e na África do Sul  paisagens cinematográficas. Agora, se o que você busca são mesmo praias, os resorts no Nordeste oferecem conforto e tranquilidade para hóspedes de todas as idades.


- Bonito – Mato Grosso do Sul
O espetáculo aqui é o da natureza. Em Bonito , a agitação dos blocos ou dos desfiles de carnaval pode ser substituída pelos esportes radicais e passeios ao ar livre. São tantas atividades que você verá a Quarta-feira de Cinzas chegar muito antes do esperado.

Nos rios de água cristalina, pode-se flutuar e observar os peixes multicoloridos, ou então se aventurar com o rafting. Outro passeio bastante procurado pelos turistas são as visitas às grutas e cavernas, como a belíssima Gruta do Lago Azul, que são de tirar o fôlego. Os mais corajosos, podem ainda se aventurar com o rapel pelo Abismo Anhumas. 


- Chapada dos Veadeiros – Goiás
Se neste feriado de carnaval você quer fugir da muvuca, mas sem ficar parado, a Chapada dos Veadeiros pode ser a escolha ideal . O mais antigo patrimônio geológico do Brasil, localizado no cerrado goiano, oferece diversas opções de passeio, que podem ser aproveitados por aventureiros iniciantes ou radicais.

Basta pegar uma trilha para descobrir, pelo caminho, cânions, piscinas naturais, corredeiras, cachoeiras e minas de cristais. Atrativos que exigem minutos de simples contemplação. Com um pouco de sorte, é possível cruzar com alguns animais que compõem a fauna local, muitos ameaçados de extinção, como o veado-campeiro e o tamanduá-bandeira, além de emas, cotias e tucanos.


Verão é época de colheita no Vale dos Vinhedos
Divulgação
Verão é época de colheita no Vale dos Vinhedos

- Serra Gaúcha – Rio Grande do Sul
Na Serra Gaúcha , o carnaval é tranquilo, mas está longe de ser desinteressante. O verão é época da vindima, a esperada colheita das uvas. De janeiro a março, em Bento Gonçalves e outras cidades do Vale dos Vinhedos, as vinícolas abrem as portas para visitas aos parreirais. Os turistas podem, então, colher uvas no pé e degustar bebidas. Dá até para participar da pisa, uma forma antiga de fabricar o vinho pisoteando os cachos com os pés descalços.

Pertinho do Vale dos Vinhedos, as charmosas cidades de Gramado e Canela  continuam belas e cheias de atrações, mesmo sem o friozinho do inverno. Com boas opções de hospedagem, dá para curtir a folia passeando em belos parques, como o do Caracol, e saboreando as delícias dos cafés coloniais.

Também não faltam atrações para os pequenos, como o Mini Mundo e a Casa do Papai Noel.


- Pantanal – Mato Grosso do Sul
Esqueça as festas até altas horas da madrugada. Neste paraíso ecológico, os turistas dormem e acordam bem cedo. Afinal, com tantas belezas a serem descobertas, o corpo pede uma cama confortável no final do dia. A melhor maneira para conhecer o Pantanal  é se hospedar em pousadas-fazendas, que preparam uma deliciosa comida caseira e organizam as atividades diárias.

Entre os passeios oferecidos, viajantes podem se divertir com a pesca de piranha, cavalgada pelos alagados, safári fotográfico e focagem noturna de jacarés. Em todos eles, você poderá avistar uma centena de pássaros, répteis e outros animais. O verão é também a época em que os rios estão cheios, tornando a região ainda mais espetacular com a beleza das águas. 


- Resorts no Nordeste
Para quem não dispensa o calor e as belas praias do Nordeste , resorts como o Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort (em Alagoas), o Nannai Resort e Spa (em Pernambuco ) e o Iberostar Praia do Forte (na Bahia) são uma alternativa para fugir da multidão (ainda que seja inevitável ouvir um samba enredo na piscina). Localizados em praias afastadas dos centros urbanos, o sossego é garantido sem barracas tocando axé no último volume. Tem ainda as piscinas, tão convidativa que os viajantes até se esquecem do mar azul do lado de fora.

Os resorts oferecem ainda uma ampla programação de atividades para hóspedes de todas as idades, tornando-os ideais para quem viaja com os filhos. Vários casais também apreciam este sossego e conforto, pois sem confetes e purpurina, a folia momesca dá lugar a uma viagem romântica.

No verão patagônico, dá até para andar de camiseta em alguns dias
Juliana Bianchi
No verão patagônico, dá até para andar de camiseta em alguns dias

- Patagônia – Argentina
Aproveite o feriado prolongado para fazer uma viagem ao exterior sem sol, praia, nem samba. A Patagônia, destino cobiçado por aventureiros  e viajantes há séculos, parece um grande cenário de filme no qual todos os elementos merecem ser registrados. De imensas geleiras flutuantes a bosques esverdeados que, nesta época do ano, ressurgem do gelo enfeitando os vales.

No verão, o sol brilha forte e os dias ficam muito mais longos. É possível até andar de camiseta. Os amantes de esportes radicais encontram uma ampla gama de atividades para serem praticadas e as crianças se divertem vendo animais como pinguins e leões-marinhos.


- Cidade do Cabo – África do Sul
Na Cidade de Cabo , as comparações com o Rio de Janeiro são frequentes. Afinal, tanto aqui como lá há belas praias, morros e até um bondinho para o topo do morro. Mas para quem não gosta de folia, a Cidade do Cabo ainda conta com a vantagem de ser tranquila no carnaval. Quem a visita encontra um grande número de atividades ao ar livre, aproveitando a fauna e flora exuberantes. Dá para fazer trilhas, surfar, voar de asa-delta e fazer longos passeios de bicicleta.

Em uma única cidade, pode se conhecer os mais diferentes cenários: montanhas, as deliciosas vinícolas, o litoral recortado e reservas naturais. Ela ainda preserva suas história e cultura, com museus como o District Six Museum, que relembra o período do apartheid e a ilha de Robben, onde Nelson Mandela ficou preso por mais de duas décadas antes de se tonar presidente do país.


- Orlando – Estados Unidos
Um dos destinos preferidos pelos brasileiros nos Estados Unidos, Orlando também é opção para quem quer ficar longe das escolas de samba. Nesta época, a programação dos parques segue regularmente e ainda é possível acompanhar as atrações de dois festivais de música que acontecem na cidade: o 80 Bach Festival e o 13 Orlando Folk Festival.

Apenas o Universal Studios  comemora, nas noites de fevereiro a abril, o "Mardi Gras", carnaval típico de Nova Orleans.


Agora, se você gosta de folia, confira onde estão as festas de carnaval mais animadas pelo Brasil .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.