Com o reestabelecimento da tranquilidade no país, as principais atrações poderão ser novamente visitadas

BBC

O Egito reabriu algumas de suas principais pirâmides que estavam em reforma, e espera voltar a atrair os milhares de turistas que visitavam o país antes do período de protestos e violência, conhecido como Primavera Árabe, que levou à queda do governo de quase 30 anos de Hosni Mubarak.

Desde o ano passado, houve uma forte queda no número de pessoas que visitam o país, por conta da violência e da instabilidade. Os números ainda são relativamente pequenos, mas as autoridades dizem que os turistas estão voltando aos poucos.

As pirâmides de Chefren e Giza estão novamente abertas ao público, e o clima no país - pelo menos nas regiões turísticas - é de tranquilidade.


Acompanhe as novidades do iG Turismo também pelo Twitter .

Veja ainda:
-   Conheça o distrito de Gangnam, na Coreia do Sul
-   11 aplicativos que ajudam a organizar a viagem

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.