Nuances de cultura nativa resistentes ao passar do tempo recebem título da UNESCO que visa preservar costumes e tradições antigas dos povos

Samba de roda. Flamenco. Tango. As danças típicas que surgiram no Brasil, Espanha e Argentina, respectivamente, são exemplos de formas de expressão cultural consideradas Patrimônios Imateriais da Humanidade pela UNESCO.

Como o nome já diz, o conceito está relacionado a bens intangíveis, como gêneros teatrais ou musicais, práticas religiosas específicas e até mesmo uma maneira de tecer bordados.

A classificação, que surgiu em 2003, tem o objetivo de ajudar na preservação de costumes e tradições antigas, incentivando ajudas governamentais e oferecendo suporte financeiro. A ideia é não deixar que traços significativos da história humana se percam pela falta de uso. 

No total, 267 elementos culturais receberam o título. Veja alguns e saiba onde conferi-los de perto:

Leia também:
Viena: moderna e multicultural sem perder o charme clássico
- Descubra a deslumbrante Budapeste 

Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter