Mais que um paraíso fiscal, Ilhas Cayman buscam atrair turistas brasileiros

Por iG São Paulo

Texto

País caribenho é recanto de natureza exuberante, praias paradisíacas e água cristalina perfeita para a prática de mergulho em profundidade

Paraíso fiscal. São essas as primeiras palavras que lhe vêm à mente ao ouvir falar em Ilhas Cayman? Pois é justamente isso que o departamento de turismo do país caribenho pretende mudar. Mais importante do que o aporte financeiro que chega aos bancos do arquipélago, o turismo representa 70% do Produto Interno Bruto. Cerca de 1,5 milhão de turistas passaram pelas ilhas em 2011, sendo destes apenas 681 vindos do Brasil.

Mais:
15 programas imperdíveis em Cuba 

Ilhas Cayman compartilham da beleza natural exuberante de seus vizinhos caribenhos. Foto: DivulgaçãoArquipélago é perfeito para mergulho e snorkeling. Foto: DivulgaçãoMuitos escolhem conhecer as ilhas de barco. Foto: DivulgaçãoCaribbean Club Villa é um hotel-boutique luxuoso em Grand Cayman. Foto: DivulgaçãoPraias contam com infraestrutura completa para os visitantes. Foto: DivulgaçãoNo hotel Aqua Bay Club é possível relaxar à beira do mar. Foto: DivulgaçãoNadar com as arraias é um dos principais passeios turísticos das Ilhas Cayman. Foto: DivulgaçãoPraias do país seguem pouco exploradas. Foto: DivulgaçãoCamana Bay é o centro de entretenimento de Grand Cayman. Foto: DivulgaçãoCoqueiros fazem parte da paisagem natural das praias caribenhas. Foto: DivulgaçãoVista aérea de Grand Cayman, a principal ilha do país. Foto: DivulgaçãoOwen Island é uma ilhota ao sul de Little Cayman, sem habitantes ou estradas. Foto: DivulgaçãoO Brac Reef é um resort voltado para os mergulhadores, mas, claro, quem quiser apenas relaxar nas redes também pode se hospedar. Foto: DivulgaçãoA seven Mile Beach, em Grand Cayman, é a praia mais famosa do país. Foto: DivulgaçãoPescadores podem tentar a sorte na pesca marítima. Foto: DivulgaçãoNa casa com clima praiano ficam os escritórios em Grand Cayman. Foto: DivulgaçãoVista a partir da Peter’s Cave, caverna em Cayman Brac. Foto: DivulgaçãoProximidade com os peixes é grande nos mergulhos nas Ilhas Cayman. Foto: DivulgaçãoO condomínio Plantana, em Grand Cayman, abriga aposentados, famílias e casais em férias. Foto: Divulgação

Para facilitar a inclusão dos brasileiros neste grupo de importantes gastadores, uma nova rota aérea, feita através do Panamá, está sendo inaugurada em agosto. Além de reduzir os preços em até 50%, a parceria entre a Copa Airlines e a Cayman Airways elimina a necessidade do visto norte-americano para viajar – anteriormente, o único trajeto possível era feito via Estados Unidos.

Paraíso natural

O arquipélago é dividido em três grandes ilhas: Grand Cayman, Little Cayman e Cayman Brac, sendo a primeira, a mais popular e agitada. O transporte entre as três é feito por aviões. A noroeste da Jamaica e sudeste de Cuba, o país caribenho é dotado de belezas naturais similares a de seus vizinhos. Ou seja, espere encontrar muitas praias paradisíacas de areia fininha e oceano cristalino.

A clareza das águas é um dos atrativos da Cidade das Arraias, passeio no qual o visitante nada no mar ao lado dos animais marinhos que podem chegar a dois metros de comprimento.

Divulgação
País é perfeito para a prática de mergulho

Ponto para mergulho e snorkeling, as Ilhas contam com boa variedade de corais em águas rasas e com paredões majestosos. Em Little Cayman é possível apreciar a barreira de coral Bloody Bay Marine Park. A formação do paredão tem quase dois quilômetros de profundidade. A visibilidade é absoluta, por mais de 30 metros. Quem nunca mergulhou pode praticar snorkeling ou, depois de cursos rápidos, mergulhar com cilindros sob o acompanhamento de instrutores.

Mais: Leia tudo sobre o Caribe

No parque marinho Turtle Farm (Fazenda de Tartarugas), que existe desde 1968, é possível entrar em contato com mais de 16 mil tartarugas. No local há uma lagoa de água salgada, própria para a prática de snorkeling. Outras atrações incluem um tobogã, uma caverna e um santuário para aves e iguanas. Em frente ao parque, outra forma de aproveitar a fauna local é nadar com os golfinhos.

Navios afundados

No mar de Cayman Brac é possível mergulhar e nadar por um navio russo afundado, construído pela antiga União Soviética para operar em Cuba. A fragata de 100 metros de comprimento permite aos mergulhadores explorar o lançador de mísseis, as torres de metralhadoras, os canhões de proa e popa, bem como nadar pela ponte de comando e pelos deques superiores. Desde que foi submerso, em 1996, mais de 100 espécies foram encontradas na embarcação.

Em Grand Cayman, a apenas 20 metros da margem da praia, pode-se visitar o navio norte-americano Kittiwake. Projetado para resgatar submarinos, a embarcação navegou entre 1945 e 1994. Em janeiro de 2011, o navio foi propositalmente afundado para fins turísticos. Boa opção para mergulhadores novatos.

Leia também:
- Bocas Del Toro: onde o Caribe é mais autêntico
- 15 programas imperdíveis em Cuba
- Várias viagens em uma, em Cartagena

Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter 


Leia tudo sobre: ilhas caymanparaíso fiscalcaribe
Texto

notícias relacionadas