Saiba o que levar para Saint Barths e o que não deixar de trazer para o Brasil

Porto de Saint Barths fica agitado com alguns dos iates mais luxuosos do mundo
Getty Images
Porto de Saint Barths fica agitado com alguns dos iates mais luxuosos do mundo
As fotos de celebridades com sacolas cheias são de Gustavia, o centro de St. Barths. Todo fim de tarde acaba lá. Seja para desfilar entre lojas chiques - ali, as placas não indicam nomes das ruas, mas das grifes, pode? -, comer em um bom restaurante ou tomar um drinque à beira-mar.

St. Barths é uma vitrine. Cartier, Hermès, Bulgari e Roberto Cavalli estão lá, de frente para o porto. A ilha é duty free, mas os preços são hiperinflacionados. Batas de seda lindas de morrer, como as da Pupette, custam pelo menos 150 euros. E uma camiseta básica, 50 euros. Além de roupas, há joias, chapéus e cosméticos da linha St. Barth - o hidratante de baunilha vale a pena: 20 euros.

Em termos gastronômicos, a maioria dos restaurantes fica nos hotéis, mas há um em Gustavia do qual você nunca mais vai se esquecer. O italiano L’Isola, original até a última garfada. Peça burrata, ravióli de espinafre e vitela à milanesa. Com vinho, claro. Outra opção é o Bonito, especializado em frutos do mar. E com uma vista de babar para os iates de Gustavia.

O QUE LEVAR

- Chapéu
Claro que também ajuda a proteger do sol, mas você ficará muito mais charmosa se tiver um chapéu de palha

- Canga e bolsa de praia
Para fazer bonito nas areias douradas, capriche nos acessórios: bolsa, canga, chinelo (que tal Havaianas?)...

- Proteja-se do sol
No inverno a temperatura mínima na ilha é de 25 graus e o sol brilha até tarde. Portanto, óculos escuros, protetor solar (fator 50) e labial nunca devem sair da bolsa

O QUE TRAZER

- Cosméticos
Você vai provar e comprar os produtos da linha St. Barth em hotéis, spas e na butique exclusiva de Gustavia . Um hidratante corporal custa 20 euros.

- Batas de seda
Pelos centros de Gustavia e de Sain-Jean, as vitrines exibem batas de seda. As mais bonitas não saem por menos de 100 euros.

- Chapéu panamenho
Em Saint-Jean, há loja de chapéus do Panamá (mínimo 60 euros) e charutos cubanos.

Acompanhe as novidades do iG Turismo também pelo Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.