Como aproveitar ao máximo as atrações da cidade mais cosmopolita da Itália

A aparência conta muito em Milão . Para tirar a prova disto, basta circular por seus pontos turísticos, como a majestosa catedral gótica Duomo , o imponente Teatro alla Scala e a elegância dos milaneses - sim, eles também fazem parte das atrações.

Mas o verdadeiro charme da cidade mais cosmopolita da Itália está em sua recusa em se acomodar com estes maravilhosos tesouros.

A poucas quadras da obra-prima do século 15 “A Última Ceia” , de Leonardo Da Vinci , um projeto ambicioso está bem próximo de ser concluído: o novo bairro CityLife, que irá exibir um trio deslumbrante de arranha-céus futuristas.

E, como parte dos preparativos para sediar a World Expo 2015 , a cidade já fervilha com novos museus e restaurantes. Em Milão, o futuro da Itália já está à mostra.

- Leia também: Elegância com discrição no Armani Hotel em Milão

Estátua de Vittorio Emanuele II e a famosa Duomo, em Milão
Getty Images
Estátua de Vittorio Emanuele II e a famosa Duomo, em Milão

SEXTA-FEIRA

16h30 – Templo do design
O design é uma religião em Milão. Então, comece prestando sua homenagem no mais alto de seus altares, o Triennale Design Museum (Viale Alemagna, 6, tel: 39-02-724-341). Situado próximo ao verdejante Parco Sempione, este é o primeiro museu totalmente dedicado ao design italiano. Onde mais você esperaria encontrar uma garrafa de Campari em tamanho gigante e uma enorme réplica de uma sandália Ferragamo nos tons do arco-íris? O ingresso especial para as noites de quinta e sexta-feira permite que você compartilhe de outro ritual sagrado da cidade: o aperitivo pré-jantar, no novo DesignCafe do piso térreo, com vista para o parque.

20h30 – O primeiro jantar
Inaugurado recentemente, o restaurante Zucca e Melone (Via Gian Giacomo Mora, 3, tel: 39-02-8945-5850) é um verdadeiro deleite com um ambiente de casa de fazenda e decoração absurdamente charmosa (imagine paredes em lilás e verde-limão, com cadeiras pintadas de laranja, amarelo e roxo). E o cardápio é tão criativo quanto a combinação de cores. Experimente o strudel tradicional, reinventado em forma de um saboroso tira-gosto com cebolas caramelizadas e creme taleggio (12,50 euros), ou o tortelli recheado de abóbora recoberto com manteiga de sálvia, pecorino e farofa de biscoitos (14,50 euros).

23h – Passeio pelos canais
Uma “passeggiata” depois da refeição é quase obrigatória. Passando pela Porta Ticinese, continue pelos reluzentes canais e bares em suas margens no bairro de Navigli. Projetados parcialmente por Da Vinci, os estreitos canais foram negligenciados por décadas, mas recentes iniciativas de preservação impulsionaram a emergência da região como um dos destinos mais badalados da vida noturna milanesa. No lounge-bar Spritz (Ripa di Porta Ticinese 9, tel: 39-02-8339-0192) não deixe de experimentar o drinque homônimo, um clássico italiano. Passe também pelo El Brellin (Alzaia Naviglio Grande, 14, tel: 39-02-5810-1351) para uma taça de vinho no jardim ou, ainda, no aconchegante pub Al Coccio (Alzaia Naviglio Pavese, 2) para tomar uma cerveja Baladin.


SÁBADO

10h – Novidade na Piazza

Detalhes da bela arquitetura da Duomo
Getty Images
Detalhes da bela arquitetura da Duomo
Depois de anos de restauração, a esplêndida fachada em mármore da imponente catedral gótica de Milão, a Duomo, brilha novamente. Mas, ultimamente, todos os olhos estão voltados para o Museo del Novecento (Piazza Duomo, tel: 39-02-8844-4061), inaugurado no fim de 2010 no renovado Palazzo dell’Arengario, logo ao lado da igreja. O interior surpreendentemente moderno exibe uma rampa em espiral que conduz o visitante às galerias, onde se encontra uma extensa coleção de arte italiana do século 20 – incluindo obras de Umberto Boccioni, Carlo Carrà e muitos outros. A grande atração do museu, porém, é a vista a partir do último andar, onde janelas do piso ao teto emolduram o estonteante panorama da Piazza.

12h30 – Almoço Siciliano
A vista também é esplêndida no movimentado restaurante no terceiro andar do museu, o Arengario (Via Marconi, 1, tel: 39-02-7209-3814), isso se você conseguir uma mesa no terraço. Caso contrário, console-se com o vizinho Antica Focacceria San Francesco (Via San Paolo, 15, tel: 39-02-4507-1057), uma cafeteria bem familiar que serve especialidades sicilianas, como o cannoli e o arancine (bolinho típico) recheado de ragú, caponata salpicada de alcaparras e espessas fatias de sfincione (espécie de pizza). Inaugurada em 2009, esta é a primeira filial do estabelecimento nascido há 176 anos, em Palermo, e que ficou famoso pela recusa a pagar o “pizzo” (propina de proteção da Máfia).

14h – Arte na rua
Talvez você não esteja no clima de provar alguns modelos da alta-costura logo depois do almoço, mas sempre existe uma boa razão para visitar a Via Montenapoleone, a principal avenida do distrito da moda de Milão. As últimas tendências ficam ao longo das vitrines reluzentes de butiques como Gucci, Pucci e Prada. Mas, para o melhor estilo de rua, olhe para o chão. O projeto “Sopra Il Sotto” salta aos olhos: são 20 tampas de bueiro pintadas por cinco dos principais artistas de rua do mundo, dentre eles Shepard Fairey e Space Invader, recentemente instaladas ao longo da rua badalada. Os mosaicos e desenhos coloridos ficarão expostos até dezembro de 2011.

15h30 – Novo gelato
Ainda falta muito para a hora do jantar, então dê uma passadinha pela sorveteria Il Gelato Centogusti (Piazzale Lagosta, tel: 39-02-6900-9770) para enganar a fome. A espaçosa sorveteria tem mais de 100 opções de sabores, dentre eles algumas combinações incomuns, como creme de aipo e gergelim negro. Se ficar em dúvida com tantas opções, siga para a Officine del Gelato (Viale Montenero, 46, tel: 39-02-5990-4118), pequena sorveteria que utiliza somente ingredientes naturais.

16h30 – Arte e design
Esqueça da loja Ikea (que deu origem ao modelo Tok&Stok). No Spazio Rossana Orlandi (Via Matteo Bandello 14/16, tel: 39-02-467-4471), cada canto do extenso complexo – com venda, showroom e galeria – é repleto de peças fantásticas de arte e design. A proprietária, Rossana Orlandi, fervorosa partidária de designers emergentes de todo o mundo, escolheu uma mistura eclética de peças para a loja. Que tal uma estátua de porco em azul vivo para seu jardim (1.200 euros)? Ou, ainda, uma cabeça de veado enfeitada (8 mil euros) para pendurar sobre a lareira?

Nos restaurantes de Milão não deixe de provar o risoto, prato típico da região da Lombardia
Getty Images
Nos restaurantes de Milão não deixe de provar o risoto, prato típico da região da Lombardia
20h – Diversidade de risotos
Na região da Lombardia (da qual Milão é a capital), o arroz tomou o lugar da pasta no primeiro prato - sendo que o risoto é sua versão mais requintada. Para experimentar algo autêntico, pegue a linha M1 (vermelha) do metrô e desça na parada Pasteur. Siga então para a Da Abele (Via Temperanza, 5, tel: 39-02-261-3855), em uma despretensiosa trattoria situada na região nordeste da cidade. A cada noite são oferecidos três tipos de risoto, mas como as opções mudam diariamente as mesas em madeira escura estão sempre lotadas de milaneses. Entre os pratos mais pedidos estão um aromático risoto de espinafre, pêra e gorgonzola e uma versão mais cremosa, com salsão, bottarga e queijo Montasio (9 euros).

22h30 – Arte líquida
Como você já está afastado do circuito central, siga para o Birrificio Lambrate (Via Adelchi, 5, tel: 39-02-7063-8678), primeira cervejaria artesanal de Milão. Você vai saber que chegou ao local quando avistar em uma ruela lateral uma turma cheia de piercings e tatuagens usando os carros estacionados como suporte para a cerveja. Se você conseguir se acotovelar (educadamente) com os frequentadores para entrar no bar, peça uma caneca de Domm, cerveja estilo Weiss (de trigo) da Bavária, ou então uma Montestella (5 euros cada). Se você é do tipo que prefere não fazer tantos esforços por uma cerveja, o ambiente chique do vizinho Gusto Arte Vino , ou GAV (Via Accademia, 56, tel: 39-02-2890-1370), tem paredes decoradas com obras de arte e é decididamente mais agradável.


DOMINGO

9h – Polimento corporal
Deixe-se absorver pelos tons de esmeralda e dourado do tranquilo spa subterrâneo do Bulgari Hotel (Via Privata Fratelli Gabba 7b, tel: 39-02-805-8051). Chegue cedo para um mergulho solitário na piscina reluzente e para uma sessão de sauna turca no suntuoso hammam, antes de passar por uma massagem com aromaterapia (120 euros). Você vai sair de lá renovado e tão polido quanto uma pedra preciosa da alta joalheria.

12h – Arte em grande escala
Siga rumo ao Norte da cidade, onde uma antiga fábrica foi transformada no Hangar Bicocca (Via Privata Chiese 2, tel: 39-02-6611-1573), espaço que lembra uma caverna cheia de fascinantes instalações de arte em grande escala. A visita é praticamente uma viagem, mas vale a pena ser feita. A área de exibição principal é escura, dominada pelo trabalho monumental de Anselm Kiefer: “The Seven Heavenly Palaces”. Ao redor das sete torres colossais de Kiefer, iluminadas por holofotes, há uma exposição de trabalhos inovadores, como uma escultura em cera derretida, andaimes invertidos e uma enorme imagem de uma idosa feita de grama fotossensível. Quando você atingir sua cota diária de perplexidade, refaça-se da experiência com o almoço (20 euros) no HB Bistrot, café situado dentro do espaço.

ONDE FICAR:
Hotel Milano Scala
Inaugurado em 2010, o Hotel Milano Scala (via dell’Orso, 7, tel: 39-02-870-961) repete o tema da casa de ópera, mas os esforços para tornar o ambiente sustentável não são nenhuma encenação. Diárias a partir de 170 euros.

- Hotel Spadari al Duomo
Próximo a Duomo e ao lado do empório de vinho e gastronomia Peck, o Hotel Spadari al Duomo (Via Spadari, 11, tel: 39-02-7200-2371) é repleto de arte e provavelmente tem a melhor localização da cidade. Diárias a partir de 230 euros.

- Bulgari Hotel Milan
O Bulgari Hotel Milan (Via Privata Fratelli Gabba 7b, tel: 39-02-805-8051) é imbatível em termos de luxo sem ostentação. Situado em uma rua particular ao lado de um jardim botânico, o hotel é um oásis de tranquilidade em meio à cidade movimentada. Diárias a partir de 520 euros.

Tradução: Claudia Batista Arantes


Acompanhe as notícias do iG Turismo pelo Twitter

* O iG Turismo não se responsabiliza pelos preços divulgados, sugerimos confirmar previamente com agências de turismo e estabelecimentos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.