Navios oferecem até cinco refeições por dia, com opções para todos os gostos

Navios oferecem sistema de pensão all-inclusive
Divulgação/MSC Orchestra
Navios oferecem sistema de pensão all-inclusive
Quais sistemas de pensão existem nos cruzeiros brasileiros?

Todos os cruzeiros que passam pela costa brasileira oferecem o modelo de pensão “all inclusive”. Neste sistema, todas as refeições estão incluídas e, em alguns casos, até as bebidas alcoólicas podem ser consumidas sem que haja cobrança à parte.

Mesmo sendo mais caros, os pacotes com sistema all inclusive são os preferidos pelos turistas brasileiros. Além de cômodo, ele diminui o risco de que o consumo saia do controle (lembre-se que, em grande parte, as compras no navio devem ser pagas em dólar).

Se você não for um mago das finanças, vale a pena investir neste modelo. O mesmo vale para quem pretende viajar com crianças: incluir refeições e bebidas no pacote faz com que a conta final fique menor.

Como são as refeições em um navio? Quantas existem por dia?

Em geral, os navios oferecem cinco refeições por dia: café-da-manhã, almoço, lanche, jantar e lanche da noite. Apesar dos navios terem sempre mais de uma opção de restaurante, alguns cruzeiros dividem os turistas em grupos e estabelecem onde e em que horário cada um deles vai fazer suas refeições, especialmente no jantar. No fim das contas, esse é o melhor sistema para garantir que todos possam sentar e comer com calma.

Os cardápios dos cruzeiros são sempre bem elaborados. Alguns são temáticos, trazendo temperos da Ásia ou do Mediterrâneo, enquanto outros são mais adaptados ao paladar brasileiro. Independente do caso, sempre existe mais de uma opção de prato no menu, garantindo que até o mais exigente dos turistas possa aproveitar a gastronomia a bordo.

No almoço e no jantar os pratos são servidos por garçons. No café-da-manhã, existem cruzeiros com serviço de buffet e cruzeiros com serviço de mesa – e alguns que oferecem as duas opções. Os lanches são sempre servidos em buffets, normalmente nos restaurantes próximos às piscinas e áreas de lazer.

Fique ligado: por causa do tamanho e do número de passageiros, filas são comuns nos buffets dos navios. Conversar com o maître do restaurante para saber os horários mais tranqüilos ajuda, mas esteja preparado. Nada pior do que se estressar durante as férias!

E se bater aquela vontade comer um sushi ou uma pizza?

De olho nos turistas mais exigentes, os navios oferecem as mais variadas opções gastronômicas. Algumas, no entanto, podem não estar incluídas no sistema all inclusive. Nesses casos, funcionam como restaurantes em terra: você paga o que come. Essas alternativas são boas para quem tiver uma folga no orçamento e quiser esbanjar um pouquinho, mas é possível passar a viagem sem uma visita a esses restaurantes – afinal, com tantas opções nos restaurantes que fazem parte do pacote, dificilmente você sentirá falta de alguma coisa!

Veja também :

Cruzeiros: tudo o que você precisa saber antes de embarcar

Diversão a bordo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.