Preparamos 20 dicas para ajudar antes de escolher o navio, ao preparar as malas e durante a viagem

PREPARE A VIAGEM

Escolha cuidadosamente o navio em que irá embarcar
Divulgação
Escolha cuidadosamente o navio em que irá embarcar

1- Compre a sua passagem com antecedência, para conseguir preços mais acessíveis.

2- Escolha bem o navio. Hoje em dia há várias ofertas e, inclusive, viagens temáticas, como aquelas destinadas a solteiros, fãs de axé, de música eletrônica e por aí vai. Analise bem qual o tipo que mais tem a ver com você, já que a maior parte do tempo da viagem é mesmo dentro do navio.

3- Espécie de degustação, os minicruzeiros de três dias são os mais recomendados para quem vai embarcar na experiência pela primeira vez. Mas corra, porque a oferta está menor neste ano e as vagas tendem a se esgotar cedo. Algumas empresas, como a MSC, já iniciaram a temporada sem vagas nas cabines mais baratas, nesse tipo de viagem.

4- Se você é um cliente mais exigente, que já está acostumado a frequentar bons restaurantes e hotéis, dê preferência a cruzeiros em navios menores. É praticamente impossível garantir o macarrão al dente e o serviço personalizado quando se tem mais de mil pessoas para servir por turno.

5- Além do preço do pacote, você tem que separar dinheiro para pagar as taxas portuárias. Elas variam de acordo com o cruzeiro escolhido. Pergunte a seu agente de viagem.

6- Fique atento aos documentos que você precisa levar. Cruzeiros que ficam no Brasil ou os que têm passagem pela Argentina e pelo Uruguai, só exigem carteira de identidade original. O ideal é que ela tenha menos de 5 anos. Se a viagem for para mais longe, leve consigo o passaporte e o visto, caso seja necessário.

Mais:
- Conheça um navio por dentro 

MALAS

Selecione bem as roupas e acessórios que realmente precisam ser levados, sem exageros
Thinkstock
Selecione bem as roupas e acessórios que realmente precisam ser levados, sem exageros

7- Seja parcimonioso ao fazer a mala. Peças que possam ser combinadas entre si ajudam a sempre ter um look diferente sem exigir grande espaço na mala. Lembre-se que as cabines costumam ter tamanho exíguo.

8- Antes de começar a arrumar as malas fique atento à programação de festas e eventos a bordo. Alguns cruzeiros de sete ou oito dias costumam ter mais de uma noite de gala, ou temática, e você não vai querer repetir a roupa ou ter de improvisar, certo?

9- Salto alto não é item proibido na mala, mas não exagere. Lembre-se que você terá de lidar com o balanço natural do navio na hora de se equilibrar nas alturas.

10- Não esqueça de colocar o tênis na mala. Ele pode ser útil nos passeios em terra firme ou na hora em que o peso na consciência bater e você decidir queimar um pouco de calorias na academia.

11- Protetor solar é item obrigatório na nécessaire. Afinal, você não pretende ficar o tempo todo no ar-condicionado enquanto navega, não é?

12- Mesmo balançando cada vez menos por causa dos estabilizadores, os navios são cenários normais para desconfortos estomacais. O ideal é levar sempre remédios (mesmo que a tripulação disponha) para enjoo e toma-lo de forma preventiva. Se, mesmo assim, passar mal, tente ficar em lugares ventilados, olhando fixo para o horizonte, não beba nada alcoólico, consuma algum alimento salgado e beba muita água.

13- Não é permitido levar bebidas de casa. Elas podem ser até confiscadas se forem encontradas. Evite pagar esse mico!

A BORDO

Lembre as crianças de que o espaço no navio é grande, mas correrias e gritarias não costumam ser bem vistas
Juliana Bianchi
Lembre as crianças de que o espaço no navio é grande, mas correrias e gritarias não costumam ser bem vistas

14- Cuidado com o excesso de bebida alcoólica a bordo. Ela pode fazer mal ao seu corpo e ao bolso, já que em muitos navios são pagas à parte, e em dólar.

15- Os navios costumam trabalhar no sistema all inclusive, mas isso não significa que você precisa comer tudo que é ofertado de uma só vez. Lembre-se que você terá vários dias pela frente para provar todas as opções. Vá com calma.

16- Saiba que na hora do jantar a partilha de mesa é algo que poderá acontecer. Mesa para dois é algo extremamente raro e para que isso aconteça você deverá reservar com muita antecedência.

17- Normalmente as mesas são para oito pessoas, portanto a sua etiqueta à mesa será altamente posta à prova. Na dúvida em que talher usar, pense que a ordem é ‘de fora para dentro’, ou seja, comece sempre por utilizar os talheres que se encontram mais distantes do prato.

18- Se tiver cartão de crédito, use-o a bordo. É a melhor forma de pagar suas contas no navio. Boa parte dos navios nem aceita cheque.

19- Lembre as crianças de que o espaço no navio é grande, mas correrias e gritarias não costumam ser bem vistas. Afinal, trata-se de um ambiente fechado.

20- A maioria dos navios possui cassino, mas, no Brasil, a atividade é proibida por lei.

Acompanhe as novidades do iG Turismo também pelo Twitter

Leia ainda:
- Comes e bebes nos cruzeiros 
- Diversão a bordo 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.