A variação nos valores de câmbio podem pegar viajantes de surpresa, mas há formas de economizar durante o ano para realizar viagens para outros países

A alta do dólar fez com que houvesse uma queda no número de viagens internacionais de brasileiros. De acordo com a pesquisa “FowardKeys”, em 2016, o número de viagens dos brasileiros tiveram uma retração de 7,8% em comparação a 2015. Ainda assim, é possível economizar e viajar para outros países sem depender da queda ou da alta do dólar

Leia também: Confira 5 dicas para economizar durante a viagem

Economizar para viajar é uma forma de não depender da cotação do dólar
Shutterstock
Economizar para viajar é uma forma de não depender da cotação do dólar

Allyson Natier e Bruno Pinheiro, criadores do site de viagens “Família Sem Fronteiras”, existem outras formas de fazer uma viagem sem ter de se preocupar com a oscilação do dólar. Junto dos dois filhos, o casal já morou em mais de 40 países em apenas dois anos, e afirma que se fossem depender da cotação do dólar ou do euro, teriam feito apenas 25% das viagens até o hoje. Pensando nisso, eles dão seis dicas de como economizar para poder viajar mais durante o ano; confira:

Ter uma segunda renda online

De acordo com Pinheiro, é possível ter uma segunda renda trabalhando online em qualquer setor e conseguir um dinheiro extra com facilidade. Ele afirma que existe um mercado em crescimento conhecido como “afiliados”, em que a pessoa se afilia a algum produto com o qual se identifica e passa a ser representante dele. Para cada produto que é vendido, a pessoa recebe uma comissão.  

Leia também: Saiba como gastar menos dinheiro durante viagens

Fazer o "Happy Hour" em casa

Sair para beber fora de casa pode parecer uma boa ideia, mas se torna um custo bem alto se você fizer as contas depois. “Decidimos que não iríamos mais sair para beber com amigos em bares caros e luxuosos ou baladas sem necessidade, estipulando uma meta para onde viajaríamos nos próximos 30 dias”, afirma Allyson. Tal mudança de comportamento porporcionou à família mais viagens durante o ano.

Diminuir o consumo de bens materiais

Para quem tem planos de viajar em breve, este tipo de economia pode ter um efeito mais imediato e ajudar a poupar. “Ao priorizar a viagem, bens de consumo materiais acabam ficando como segunda opção. Sem contar que, dependendo do país que for fazer a viagem, uma peça de roupa pode ser bem mais barata, mesmo com o dólar em patamar elevado”, aconselha Pinheiro.

Vaidade tem que ser deixada um pouco de lado

De acordo com Allyson, não é necessário abdicar da vaidade, mas sim controlá-la e poupar  dinheiro para poder viajar. “Se uma mulher gasta R$ 500 reais por mês em cabelo e unha, uma economia de 25% já pode ajudar em uma viagem no final do ano”, explica. “Em vez de ir toda semana escovar meu cabelo e fazer as unhas, mudei esse hábito para a cada 15 dias. Quando não ia, fazia em casa mesmo. E com tutoriais e blogs de moda, é cada vez mais fácil acertar o visual sem terceirizar”, afirma Allyson.

Acomodações de luxo não são necessárias

Você não vai viajar para ficar a maior parte do tempo no quarto do hotel, não é mesmo? Em vez de gastar com um quarto que oferece benefícios luxuosos, escolha uma hospedagem que seja bem localizada e que tenha o conforto necessário.

Leia também: Dicas de como se planejar e gastar menos em viagens

Planejar a viagem com antecedência

Não basta apenas escolher o destino, também é preciso planejar a viagem inteira e tentar economizar em todos os aspectos. Para diminuir o custo do transporte de avião, vale a pena comprar a passagem com uma antecedência de 8 a 12 semanas. “As companhias aéreas costumam fazer promoções para diversos destinos e existem blogs e sites especializados em apenas a fornecer estas dicas de promoções relâmpagos”, afirma Pinheiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.